Cenário positivo para negócios na internet


Comprar sem sair de casa ganhou um aditivo: as redes sociais. O Brasil ainda está se arriscando nesse meio, mas ao que tudo indica, o social commerce vem ganhando força no país.

O estudo Observador 2012, realizado pela Cetelem, empresa do grupo francês BNP Paribas, conglomerado financeiro, e publicado esta semana, indica que 53% dos 1,5 mil consumidores brasileiros entrevistados querem comprar produtos por meio da página pessoal de rede social favorita sem ter de ir à loja.

Segundo o levantamento, 61% dos consumidores representantes das classes AB apostam na ascensão do social commerce, enquanto 55% da classe C, e 42% das classes D e E afirmam o mesmo.

Esta transformação pode estar diretamente relacionada com o aumento do número total de pessoas com acesso à Internet, que atingiu 82,4 milhões no primeiro trimestre de 2012.  O crescimento foi de 3% sobre os 79,9 milhões do trimestre anterior e de 5% sobre os 78,2 milhões do primeiro trimestre de 2011, ou seja, a internet alcança cada vez mais usuários possibilitando o uso deste canal para consumo.

Este dado também influenciou o crescimento da audiência de determinadas categorias de site: de acordo com pesquisa da Ibope, em abril houve crescimento de audiência de 5,5% a sites de gastronomia, 14,2% eventos, 4,3% das multicategorias em que se incluem notícias de finanças, 8,2% dos sites relacionados a estilos de vida e de 3,2% da audiência dos de hotéis. Os sites de hotéis também lideram em crescimento no período de um ano, confira mais dados sobre empresas de turismo lucram com divulgação online em nosso post.

O cenário se apresenta positivo aos empreendedores que já utilizam ou aspiram usar a Internet como mais um canal de comunicação e vendas. Para ler dicas sobre como manter a sua loja virtual, clique aqui e aqui. Você já está aproveitando essa oportunidade?

Comentários

comentário(s)

Categories

+ There are no comments

Add yours