• Mostrando resultados da busca por {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}
  • {{post.title}}
  • Não foram encontrados resultados para {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}

Como otimizar o seu site WordPress

André Brasil - Time de Atendimento da KingHost

É muito importante sempre realizar a revisão do seu código, afinal, sua aplicação terá novos conteúdos e a ideia é que ela tenha cada vez mais acessos. Sendo assim, o código que funcionava muito bem há um tempo, pode apresentar dificuldades ou alto consumo de recursos.

Confira algumas dicas práticas para otimizar o consumo de recursos do seu site em WordPress:

Otimizar o seu site WordPress

Faça a paginação do seu conteúdo

Páginas com muitos posts e todos abertos na mesma página irão demorar muito a serem carregadas, pois o servidor terá que processar toda a página de uma só vez para exibi-la. Prefira sempre utilizar uma opção de “Leia mais…” para direcionar o post em uma página específica. Também evite um número elevado de posts em uma mesma página, mantenha sempre utilizando o menor número possível.

Utilize plugins de cache

Exemplos de plugins de cache: W3 Total Cache, WP Super Cache, Hyper Cache e DB Cache Reload – Este último para cache de consultas ao banco de dados.
Com o uso de cache as informações não serão requeridas e processadas pelo servidor toda a vez que acessada sua página, após um primeiro acesso, as informações serão buscadas diretamente no cache guardado.

Elimine plugins, temas e qualquer conteúdo que você tenha que seja desnecessário

Cada plugin, post, tema ou extensão é gravado em sua base de dados, além de plugins, temas e extensões terem seus dados guardados no FTP.
Assim, cada vez que acessado ele irá fazer uma requisição à base de dados para buscar as informações deste plugin ou extensão e, se acessada uma página que contenha o plugin ou a página de gerência dele, terá que abrir requisições com os arquivos de configuração do plugin, o que irá consumir mais processamento.
Sugerimos o uso do plugin P3 (Plug-in Performance Profiler). Este plugin fará uma análise dos plugins que mais consomem recursos dentro de seu sistema.
Importante: Antes de qualquer alteração da base, faça um backup e mantenha uma cópia anterior às alterações, sempre.

Otimize a base de dados

Você poderá acessar a base e rodar o comando SQL:

OPTIMIZE TABLE 'nome_da_tabela'

Caso não tenha conhecimento em banco de dados, você pode baixar um plugin para otimização chamado Wp-Optimize.

Otimize as imagens do site

Opte por utilizar imagens no formato JPEG. Imagens em PNG podem ser mais pesadas.
Há plugins para otimizar imagens e reduzir o seu tamanho (bytes), sem afetar a qualidade e não deixando que seu blog/site fique pesado durante o carregamento. Duas opções de plugins são: EWWW Image Optimizer e WP Smush.
Utilize cerca de 10 imagens, no máximo, na index (página principal). Quanto maior a resolução da imagem, recomenda-se o menor número possível de imagens.

Desabilite os avatares

Um avatar é uma imagem que segue você de blog em blog, aparecendo ao lado de seu nome quando você comentar em sites com o recurso de avatar ativado.
Para receber estas imagens, seu site realiza uma requisição externa, aumentando o tempo de carregamento.
Você pode ativar ou não a exibição de avatares para as pessoas que comentam em seu site. Por padrão, a exibição está ativa.
Para desativar, vá em Configurações > Discussão > Avatares e desmarque o item Mostrar Avatares, na seção Exibição do Avatar.

Utilize a função flush do PHP

A função flush é um código PHP que força seu servidor a enviar o header do seu site antes de enviar o conteúdo restante. Desta forma, o navegador consegue primeiro tratar as folhas de estilo (CSS) e o restante do conteúdo é carregado em seguida.
Para fazer esta otimização, edite o arquivo header.php do seu template adicionando o seguinte código logo depois da tag < /head >:

<?php flush(); ?>

Reduza as consultas ao banco de dados

O WordPress é estruturado para que se adapte a qualquer ocasião e a qualquer usuário, assim, ele faz muitas consultas à base buscando os dados salvos por você. No entanto, é possível realizar algumas alterações para otimização. Você pode alterar em seu código, no arquivo header.php, chamadas simples para que ele não tenha que buscar todas as configurações no banco, como a exibição de nome do blog/site, que é feita da seguinte maneira:

<!--?php bloginfo('name'); ?-->

Para algo como:

Nome do seu site WordPress

Esse artigo foi útil pra você?