• Mostrando resultados da busca por {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}
  • {{post.title}}
  • Não foram encontrados resultados para {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}

Diferenças entre JavaScript e jquery

André Brasil - Time de Atendimento da KingHost

Neste artigos listamos algumas diferenças no uso entre javascript e jquery em suas aplicações afim de te ajudar na escolha da mais apropriada para seu projeto.

Javascript é uma linguagem de programação. jQuery é um framework para javascript.
O JS é muito popular e funciona praticamente em todos os navegadores. O desenvolvimento é mais demorado por que é necessário escrever o próprio código. O JQuery é uma biblioteca leve e simples que facilita o uso de documentos HTML. Desenvolvimento mais rápido, por ter códigos prontos (bibliotecas).

Qual utilizar?

Usar JavaScript ou JQuery realmente depende das necessidades do projeto a ser desenvolvido.
Utilizar JavaScript torna o processo de desenvolvimento mais demorado para ser finalizado mas em compensação você é recompensado com mais sabedoria sobre programação. Se você precisa desenvolver algo em javascript que não possa demorar tanto para ser lançado, com certeza o jquery pode ser explorado. De qualquer modo, você estará utilizando ótimas tecnologias para desenvolvimento de suas aplicações.

Abaixo, listamos algumas características das duas tecnologias que podem te ajudar nesta decisão. Confira:

Um pouco sobre o javascript

O Javascript surgiu em 1995 e hoje é uma das linguagens de programação mais utilizadas no mundo. Diferente de outras tecnologias (como PHP, Java, Ruby e outras), ele é client-side, ou seja, roda no seu navegador e não no servidor web. Seu objetivo é controlar o HTML e CSS para manipular as páginas. Possui uma grande comunidade e diversas bibliotecas que adicionam funcionalidades ao seu uso. Comunidade brasileira: https://braziljs.org.

Tendo em vista que Javascript é a linguagem em sua forma mais bruta, deve ser utilizado em casos que o carregamento de uma biblioteca não seria interessante, como por exemplo, quando tem-se o foco em reduzir o load time da página (podendo ser acrescido como mais um possível script causando lentidão em seu site pelo Google PageSpeed, devido ao não cacheamento da biblioteca) ou produzir mais em menos tempo. Claro que não estamos “discutindo” pelo tamanho desse possível framework, o Gzip nesse caso resolveria a questão do tamanho do arquivo, estou apenas fazendo você pensar duas vezes antes de usar um framework, qualquer um que seja, para fazer algo simples, afinal, você não precisa um kit de ferramentas premium para apertar um parafuso, certo? :grin:.
Como curiosidade, podemos acrescer que bastando ter um navegador com uso de javascript ativo em um dispositivo, você já pode construir um projeto de sistema em miniatura somente usando a url de seu navegador, digitando javascript:alert('teste') por exemplo, mostrando bem a importância e dependência da linguagem atualmente para os browsers.

Um pouco sobre o jquery

O JQUERY é um biblioteca leve, rápida e cheia de recursos para Javascript.
Ele facilita a manipulação de eventos, animações, elementos HTML e utilização de Ajax. Basicamente, ele mudou e facilitou a escrita de códigos em Javascript. Foi lançado oficialmente em 2006 e possui código aberto. A biblioteca também oferece a possibilidade de criação de plugins sobre ela. Através do jQuery é possível desenvolver aplicações web de alta complexilidade.
Site oficial: https://jquery.com

Marcado com o slogan “Write less, do more” (Escreva menos, faça mais), acredito que seja preferível a utilização do Jquery quando enxerga-se a padronização de elementos em uma página, pois justamente por ser uma library de Javascript, eleva o código à máxima objetificação, facilitando a criação de regras e formação de logística, pois um código limpo é sinônimo de melhor possibilidade de manutenção e provavelmente também de aumento de UX.
Vale salientar que Jquery é só mais uma biblioteca do Javascript, possuindo muitas (e muitas…) outras bibliotecas, até mesmo o Jquery possui uma outra extensão chamada Jquery mobile com mais foco em utilização para dispositivos móveis, incluindo recursos otimizados em responsividade e compatibilidade – sinônimo de maior abrangência de seu público-alvo -, pois àquele cliente que não conseguiu abrir seu site corretamente, certamente não retornará ao seu site pois não obteve uma boa experiência nele.

Esse artigo foi útil pra você?