• Mostrando resultados da busca por {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}
  • {{post.title}}
  • Não foram encontrados resultados para {{ posts_busca["corrected"] }} {{termo_busca}}

Deploy de aplicação nodejs com Socket.IO

Gabriel Petry - Analista de Infraestrutura na KingHost

Precisa realizar o Deploy de aplicação node.js com Socket.IO? Preparamos um guia completo de como realizar o Deploy da sua aplicação na KingHost.

Aplicação nodejs com Socket.IO – O que é necessário?

Primeiramente, verifique os seguintes requisitos:

Assim sendo, a aplicação que será utilizada neste guia está disponível no github.

Obs: Se o seu plano Node.JS não está configurado para uso com Webserver Nginx, entre contato com nosso suporte para uma migração, não há custos nesta operação.

Enviando os arquivos para o FTP do domínio

Para enviar os arquivos ao FTP do domínio, pode ser utilizado qualquer método como, por exemplo, acessar o FTP através do programa Filezilla.

Dessa forma, utilizarei o acesso por SSH e clone do repositório utilizando o comando GIT.

cd ~/apps_nodejs

git clone https://github.com/gabrielpetry/webchat.git

Em seguida, após clonar o repositório deve ser criada uma estrutura similar a abaixo:


├── package.json
├── README.md
└── server.js
└── index.html

  • server.js, é o arquivo com que inicia o servidor node.js e que mais tarde teremos que ajustar a porta dele.
  • index.html, é o arquivo inicial da nossa aplicação e faz a conexão ao socket.
  • package.json, é o arquivo do repositório, ele contém a informação de quais dependências precisam ser instaladas.

Essa aplicação é uma estrutura mínima, de tal forma que somente funcionará quando tiver uma porta especificada na URL.

Criando a aplicação node.js no Painel de Controle

Para que o deploy de uma aplicação nodejs com Socket.IO funcione na estrutura de hospedagem da KingHost é necessário configurar uma aplicação no painel de controle, assim será designada uma porta para a aplicação.

desse modo, para criar uma aplicação node.js no painel de controle e adquirir o acesso a uma porta pode ser seguido esse guia disponível aqui na Central de Ajuda.

Além disso, é importante configurar corretamente o caminho para o arquivo server.js, caso contrário a aplicação não funcionará corretamente. Já que a nossa aplicação precisa que a porta seja informada, vamos desmarcar as opções de habilitar o acesso web.

Aplicação nodejs com Socket.IO

Em seguida, após salvar a aplicação, será informada a porta de conexão que iremos utilizar.

Aplicação nodejs com Socket.IO

Portanto, como pode ser verificado na imagem acima, para a nossa aplicação foi determinada a porta 21159.

Adequando a aplicação ao ambiente

Agora que possuímos uma aplicação configurada no painel e uma porta dedicada no servidor, é preciso ajustar a programação para usar aquela porta.

Como nossa aplicação é pequena, o único ajuste necessário é alterar a porta da aplicação, que no nosso caso é configurada no arquivo server.js.

Agora será preciso instalar as dependências da aplicação. Como o package.json já está configurado basta executar o comando npm install na pasta da aplicação.

A partir desse ponto utilizamos um terminal SSH para executar os comandos. Para saber como acessar o FTP do seu site via SSH, acesse esse artigo 😉

Tudo configurado, e agora?

Agora que está tudo configurado, podemos utilizar o pm2 para inciar o servidor node.js com o comando pm2 start server.js.

Aplicação nodejs com Socket.IO

Agora basta acessar a url informando a porta e a nossa aplicação deve abrir sem nenhum problema, funcionando perfeitamente.

Janelas conversando

Pronto, a nossa aplicação foi configurada no servidor e está funcionando perfeitamente, qualquer pessoa que acessar o endereço da nossa app poderá utilizar todas as funcionalidades que o node.js permite.

Para concluir, o processo de Deploy de uma aplicação node.js depende de:

  1. Enviar os arquivos da aplicação para o servidor web, pode ser através do clone de um repositório, enviar por FTP ou através da ferramenta GIT no painel de controle.
  2. Instalar as dependências da aplicação através do NPM.
  3. Configurar a porta da aplicação no script que inicia o servidor node.js.
Oi! Eu sou Gabriel Petry e quero te convidar para assinar nossa newsletter e ficar por dentro das novidades.
Enviar conteúdo por email
13332 visualizações

Esse artigo foi útil pra você?