Entenda o IPv6


Primeiramente é importante entendermos o que é IP e sua função. IP é a abreviação de Protocolo Internet (do inglês, Internet Protocol). O protocolo nada mais é que um conjunto de regras utilizado para que os computadores consigam se comunicar em uma rede.

De forma bem simples, podemos fazer uma analogia entre o número ou endereço de IP e o endereço de uma casa.  Sendo assim, cada computador terá um IP, ou seja, um endereço, que indicará o caminho para envio e recebimento de dados, viabilizando a comunicação entre os computadores.

A Internet não foi projetada para comportar o tamanho que tem atualmente. Seu crescimento ocorreu de forma exponencial após sua abertura para utilização comercial. Sua ampliação continua ocorrendo rapidamente, com a conexão de novas empresas, instituições e pessoas à rede. Por este motivo o IPv4, endereços até então utilizados, estão terminando.

Prevendo o esgotamento do IPv4, foi desenvolvido o IPv6, como seu sucessor, visando suprir a demanda por novos endereços na Internet. O IPv4 é uma extensão de 32 bits, ou seja, há um total de 4.294.967.296 endereços possíveis, já o IPv6 é de 128 bits, totalizando 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços. No Brasil, a implementação do IPV6 teve início em 2003, e atualmente um terço das redes brasileiras possui IPv6 disponível.

Confira o vídeo elaborado pela NICbr e entenda mais sobre a utilização do IPv6:
 

Caso tenha interesse em saber de forma mais profunda sobre a utilização e implementação do IPv6, você pode acessar o curso disponibilizado pela NICbr sobre o assunto:

Caterine Greif

Comentários

comentário(s)

Categories

+ There are no comments

Add yours