☁️ Hospedagem Cloud e VPS - Alta performance para seus projetos com desconto imperdível 💰

Kinghost | Blog

4 Dicas para Lapidar Ideias de Nichos Online

Publicado em 12/10/2015

Atualizado em 16/05/2023
como fazer sitemap

Para aqueles que desejam criar um negócio online sem dispor de um investimento inicial alto, o mercado de nichos é a melhor opção. Neste post você encontra dicas para reconhecer um nicho de atuação e identificar um problema para resolver através de uma ideia de negócio, além de informações sobre o mercado de e-commerce no Brasil.

Encontrando um nicho para investir

Um exemplo de negócio bem sucedido focado em um nicho é a empresa Rabixo. Eles disponibilizam uma assinatura, onde homens recebem meias e outros acessórios periodicamente, de modo que não precisam se preocupar com a compra desses artigos. Esse negócio atende a um público específico (homens muito ocupados e com um bom poder aquisitivo), solucionando um problema claramente identificado (falta de tempo para se dedicar à compra periódica desses produtos). Confira 4 dicas para lapidar sua ideia de negócio e encontrar um nicho para investir:

    1. Identifique um tópico e um público:

Escolha um tópico que lhe interessa e a partir dele descubra o perfil da audiência que você irá atender. Como exemplos de público-alvo, podemos pensar em estudantes universitários do sexo masculino entre 18-25 anos de idade, ou ainda profissionais de meia-idade separados e com filhos.

     2. Identifique os problemas que a audiência do nicho selecionado pode ter:

Faça uma pesquisa sobre as questões, desafios e aspirações do público-alvo. Um bom lugar para encontrar esse tipo de informação são os fóruns online. Além deles, existem muitos outros lugares que você pode encontrar inspiração e informação, incluindo mídias socias como Youtube e Facebook, ou blogs sobre assuntos que cercam o nicho.

     3. Selecione os problemas mais rentáveis:

Nem todos os problemas são iguais. Identifique um problema que o público-alvo teria o prazer de pagar para ser resolvido. Para tal, é recomendável pesquisar as seguintes informações:

– O número de pesquisas mensais relacionadas ao problema.

– O número de pesquisas que demonstram a intenção de resolver o problema.

– A regularidade ao longo do tempo das buscas dos termos relacionados ao problema.

– A quantidade de soluções de qualidade já disponíveis para o nicho em questão.

Para ter uma ideia sobre os três primeiros pontos, você pode usar o Google Keyword Planning.

      4. Compreender o problema profundamente:

Além de encontrar um tópico, um público e identificar um problema rentável associado a eles, você precisa entender o que o público-alvo anseia e por qual motivo as soluções disponíveis atualmente não atendem às suas expectativas. Depois de estudar muito, é necessário formular um plano de ação, que provavelmente incluirá algum tipo de pesquisa de opinião junto ao público-alvo. Não esqueça que um plano de negócios é benéfico para que qualquer ideia  seja colocada em prática!

 

Para entender melhor o mercado:

O SEBRAE publicou ano passado um estudo mercadológico com o título “Oportunidades em nichos do varejo online no Brasil“. Esse estudo apontou que no ano de 2013, embora o produto interno bruto do Brasil tenha crescido apenas 2,3%, o varejo online aumentou seu faturamento em 28%, chegando a R$28,8 bilhões no ano.

O estudo também mostrou que a categoria de vendas que mais cresce é a de Moda e Acessórios, que fechou 2013 com 13,7% do total dos pedidos online. A categoria foi seguida pela venda de eletrodomésticos (12,3%), cosméticos e perfumaria (12,2%), informática (9,0%) e livros (8,9%). Esses dados mostram uma tendência geral do mercado para quem deseja abrir o seu próprio negócio.

Para aqueles que desejam ter um negócio próprio, mas não dispõem de um investimento alto, pode ser interessante considerar o mercado de nichos. Existe uma variedade de diferenças entre investir em um mercado de massas e em um mercado de nichos. Confira a seguir algumas características que diferem nesses dois mercados:

Concorrência

O mercado de nichos visa se especializar e entregar produtos e serviços diferenciados, sendo assim, conta com baixa concorrência. Já o mercado de massas tem um público bastante diverso e conta com concorrência acirrada.

Preços

O consumidor que procura um mercado de nichos sabe que o produto que está buscando não é fácil de encontrar, estando disposto a gastar um pouco mais em troca de exclusividade e qualidade. Já no mercado de massas, os preços podem ser um fator determinante para a efetivação de uma compra, havendo preocupação em mantê-los abaixo ou com pouca diferença em relação aos praticados pela concorrência.

Público

O mercado de nichos busca atender às necessidades de um público bastante específico. Por isso, antes de começar um negócio é necessário ter uma ideia bem focada. No mercado de massas, e-commerces gigantes vendem de smartphones a livros sobre culinária. Estas são categorias que englobam um público muito amplo e diverso, o que torna mais difícil construir uma comunicação efetiva com o público.

Investimento

Esta é uma grande diferença, pois no mercado de nichos o investimento inicial deve ser baixo e ir aumentando conforme o crescimento do próprio negócio. Para entrar no mercado de massas, no entanto, é necessário alto investimento para concorrer com grandes empresas, contando com uma margem de lucro bastante baixa.

Foco

No mercado de nichos, o foco é a diferenciação pela especialização, qualidade e informação. Enquanto isso, no mercado de massas existe uma ênfase muito grande nas promoções e preços baixos.

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Leonéia

Leonéia Evangelista

é bacharel em Comunicação Digital pela Unisinos e mestre em Bibliotecas Digitais pelo programa Digital Library Learning (Erasmus Mundus). Trabalha com web há mais de 8 anos e atualmente cursa MBA em Marketing Estratégico.

Leonéia

Leonéia Evangelista

é bacharel em Comunicação Digital pela Unisinos e mestre em Bibliotecas Digitais pelo programa Digital Library Learning (Erasmus Mundus). Trabalha com web há mais de 8 anos e atualmente cursa MBA em Marketing Estratégico.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Em um cenário onde a competitividade e a eficiência são fundamentais, a digitalização de negócios se tornou um elemento imprescindível para empresas que desejam permanecer relevantes no mercado. A digitalização, não só transforma operações internas, melhorando processos e reduzindo custos, mas também impulsiona o crescimento ao abrir novas oportunidades de mercado e melhorar a experiência...
Gerenciar um negócio, independente do segmento, não é uma tarefa fácil. Além de garantir que a atividade-fim da empresa seja realizada da forma adequada, você precisa se preocupar com todos os outros detalhes relacionados ao trabalho diário: burocracias, financeiro, recursos humanos… Por isso, buscar uma gestão mais eficiente diariamente é essencial. Veja bem: você já...
Por mais que você seja muito experiente, tenha um ótimo feeling para os negócios e conheça seu segmento como ninguém, tomar decisões baseadas somente no seu julgamento pode ser perigoso… A análise de dados de negócio é indispensável às estratégias empresariais, para empresas de qualquer porte ou segmento.  Todo empresário precisa de informações para tomar...
Sua empresa tem alguma vulnerabilidade digital? É preciso ter atenção a todos os detalhes quando se trata de segurança, pois ninguém está imune às ameaças online. Um exemplo disso ocorreu no último ano, quando a OAB sofreu um ataque hacker e, como medida de segurança, o órgão precisou retirar o site e sistemas do ar...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você