🔐Checklist de Segurança: Como manter seu site e os dados de seus clientes seguros💻

Kinghost | Blog

Investimento: saiba mais sobre o capital de risco

Publicado em 23/05/2013

Atualizado em 04/06/2024

Fonte: Economia iG e Exame

Michael Nicklas estará presente no Conexão KingHost 2013, que acontece no dia 29 de agosto. Ele é diretor administrativo da Ideiasnet, uma empresa de investimentos de venture capital no Brasil, atuando no mercado desde 1999.

Conexão KingHost 2013

Mas você sabe o que é venture capital?

Venture capital é uma modalidade de investimento que caracteriza-se por ser um capital de risco. Em geral, considera-se venture capital o investimento em empresas em estágio inicial, com potencial de geração de receitas e lucros ainda incerto, e possivelmente dependente de um produto, tecnologia ou mercado que não tenha sido inteiramente testado como proposição de negócios.

Existem diversos estágios de venture capital disponíveis para startups brasileiras. Conheça os principais:

Angel money: os investidores-anjo procuram empresas nascentes, algumas até mesmo no campo das ideias. Eles normalmente investem entre R$ 50 mil até R$ 500 mil em startups próximas – de parentes, amigos, conhecidos ou na sua cidade – e tentam vender sua parte para investidores maiores.

Seed capital: é a primeira camada de investimento acima do investidor anjo, indo normalmente de R$ 500 mil a R$ 2 milhões no Brasil. Normalmente, para diluir seu risco e diversificar sua carteira, os investidores de capital semente montam fundos que captam de vários investidores, e assim conseguem aportar capital em mais empresas e maximizarem suas chances de acertarem em cheio. As empresas que eles procuram já possuem clientes, produtos definidos, mas ainda dependem de investimento para expandirem o consumo e se estabelecerem no mercado.

Venture capital: o termo VC vem dessa camada, e é normalmente usado para descrever todas as classes de investidores de risco. Mesmo assim, os fundos de venture capital brasileiros investem entre R$ 2 milhões e R$ 10 milhões em empresas que já faturam alguns milhões. Seu objetivo é ajudá-las a crescer e fazer uma grande operação de venda, fusão ou abertura de capital no futuro. O foco são empresas inovadoras, em setores como os de biotecnologia e tecnologia. A seleção também passa pelas etapas de avaliação, apresentação ao comitê de investidores e negociação.

Private equity: fundos de private equity são responsáveis pelas operações de fusões e vendas em grandes empresas, que normalmente faturam mais que R$ 100 milhões anualmente. Nesse estágio, os investimentos envolvem quantias bem maiores que os R$ 10 milhões do VC, e por isso os investidores costumam trabalhar com empresas de capital aberto ou prestes a abrirem seu capital.

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Muita gente já está pensando nas melhores estratégias de vendas online para aproveitar a oportunidade de potencializar os lucros na melhor época de vendas do ano, Black Friday e Fim de Ano. No entanto, você sabe como fazer uma campanha adequada e que gere lucros? Em primeiro lugar, é importante planejar com antecedência as ações...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você