📅 Conexão KingHost 🚀 Conteúdos exclusivos para o seu negócio evoluir no digital 💰

Kinghost | Blog

Conheça o comando Chown e como ele pode ser utilizado

Publicado em 28/02/2023

Atualizado em 07/11/2023
Capa com pessoa utilizando computador. Imagem ilustrativa para texto comando chown.

Você já conhece o comando chown (change owner), ou para que ele serve? Basicamente, o comando serve para modificar a propriedade de um arquivo no sistema Linux.

Ouça o conteúdo completo apertando no play!

Assim, ele pode alterar a identidade do proprietário ao qual um arquivo ou diretório pertence. Dessa maneira, o superusuário de qualquer sistema Unix pode utilizar o comando.

Quer saber mais sobre quais as possibilidades de usar o comando chown? Confira mais neste artigo e aproveite para ver também algumas dicas de segurança.

Afinal, o que é o comando Chown?

Antes de mais nada, vamos entender o que é o comando chown. Em resumo, esse é o comando usado em sistemas operacionais baseados em Unix – MacOS e Linux -, para alterar a propriedade de um arquivo ou diretório.

Abreviação de “change owner”, o chown auxilia no gerenciamento de arquivos e suas devidas propriedades. Assim, cada arquivo e diretório é atribuído a um usuário e a um grupo de usuários específicos.

Na prática, é a propriedade do arquivo o que determina quem tem permissão para acessá-lo ou mesmo modificá-lo. No entanto, o chown pode ser útil em diferentes casos, como:

  • transferência de titularidade de um arquivo para outro usuário ou grupo;
  • alteração de propriedade para permitir a utilização de um arquivo através de um serviço ou aplicativo;
  • correção de problemas de permissões no acesso de arquivos, evitando que usuários não permitidos o acessem.

Como usar o comando Chown: confira as possibilidades

Mas como usar o comando chown, na prática? Em que tipo de contexto esse comando é útil e quais as possibilidades ele oferece?

Como já destacamos, essa é uma excelente ferramenta para gerenciar a propriedade de arquivos e diretórios em sistemas baseados em Unix. Em resumo, para utilizar o comando, é necessário ter acesso ao terminal ou console de comando do sistema operacional.

O comando é executado com privilégios de superusuário. Dessa maneira, é necessário usar o comando “sudo”, antes de executá-lo. A sintaxe básica do comando “chown” é a seguinte:

  • chown [opções] novo_proprietário arquivo_ou_diretório

Sendo que “novo_proprietario” é o usuário para qual será concedida a propriedade, quanto “arquivo_ou_diretório” é o caminho para o arquivo modificado.

Algumas opções comuns do comando “chown” incluem:

  • “-R” para alterar a propriedade de um diretório e de todos os arquivos e subdiretórios nele contidos;
  • “-v” para exibir uma mensagem para cada arquivo ou diretório cuja propriedade é alterada;
  • “-c” para exibir uma mensagem apenas se a propriedade de um arquivo ou diretório for alterada.

Chown para arquivos

Para alterar a propriedade de um único arquivo com o comando, basta especificar o nome do novo usuário e o arquivo que deseja modificar. Assim, para um arquivo nomeado “arquivo.txt” concedido para o “usuário”, basta utilizar o seguinte comando:

  • chown usuário arquivo.txt

Também é possível alterar o proprietário e o grupo. Nesse caso, especifica-se ambos, separados por dois pontos (:). Por exemplo, mantendo o usuário e arquivo, mas com o grupo “administradores”, temos o seguinte comando:

  • chown usuário:administradores arquivo.txt

Chown para diretórios

Por sua vez, para mudar a propriedade de um diretório com o comando chown, deve-se especificar o novo proprietário e o nome do diretório que se deseja a modificação.

Assim, para alterar o proprietário de um diretório chamado “exemplo” para o “usuário”, você pode executar o seguinte comando:

  • chown usuário /exemplo

Comando Chown para links

Quando falamos de links, existem algumas coisas importantes de considerar ao usar o comando chown.

Primeiramente, é importante entender que há dois tipos de links no Unix: o hard link e o soft link. O hard link é uma cópia exata de um arquivo existente, enquanto o soft link é um arquivo especial que aponta para outro arquivo.

Suponha que você tenha um arquivo chamado arquivo.txt com o proprietário usuario1 e o grupo grupo1. Você cria um link simbólico para este arquivo chamado link.txt.

Assim, para alterar o proprietário e/ou grupo do arquivo original, você pode usar o seguinte comando:

  •  sudo chown novo_proprietario:novo_grupo arquivo.txt

Uso recursivo

Por fim, temos o uso recursivo do comando chown que, basicamente, permite alterar o proprietário e/ou grupo de todos os arquivos e subdiretórios em um diretório específico.

O comando é útil quando você precisa alterar o proprietário e/ou grupo de uma grande árvore de diretórios e arquivos.

No entanto, para usar o comando chown recursivamente, é necessário usar a opção -R ou –recursive. A sintaxe básica do comando chown recursivo é:

  • chown -R novo_proprietario:novo_grupo pasta/

No exemplo, o novo_proprietario e novo_grupo são o novo proprietário e grupo que você deseja atribuir e pasta/ é o caminho da pasta ou diretório que deseja alterar.

Cuidados necessários para uso

Agora que você já sabe o que é e como funciona o comando chown, outro fator importante é entender quais os cuidados necessários ao usar.

A ferramenta é bem útil em diferentes contextos, especialmente para gerenciar a propriedade de arquivos e diretórios em sistemas baseados em Unix.

Mas quais os cuidados? Confira a seguir quais as precauções mais importantes na hora de utilizar o comando chown:

  • Precaução de permissão de superusuário: o comando chown geralmente deve ser executado com permissões de superusuários. Dessa maneira, quem utiliza tem total controle sobre o sistema. Assim, é importante ter cuidado com a concessão das permissões;
  • Não modifique a propriedade de arquivos de sistema: outro cuidado importante é evitar alterar a propriedade de arquivos de sistema. Esses arquivos são vitais para o funcionamento do sistema operacional. Com isso, alterar a propriedade pode causar alguns problemas como erro do sistema;
  • Use somente nos arquivos que você deseja alterar: evite aplicar o comando chown em outros arquivos. Isto é, certifique-se de aplicar o comando nos arquivos e diretórios que deseja alterar. Assim, evita-se erros ou problemas em outros arquivos do sistema;
  • Não conceda acesso a usuários ou grupos não autorizados: por fim, evite conceder acesso para usuários ou grupos não autorizados. Isso porque o chown pode ser usado para essa concessão, sendo necessária uma atenção maior para não permitir o acesso de usuários não confiáveis.

Exemplos de uso do Chown

Por fim, após entender quais são os cuidados no uso do comando chown, outro ponto importante para se entender é sua utilidade. Como já destacamos, essa é uma excelente ferramenta para o gerenciamento de propriedade de arquivos e diretórios.

Assim, seu uso pode ser feito para auxiliar na gestão desse tipo de arquivo. Confira a seguir alguns exemplos de uso do chown.

  • Alterar o proprietário de um arquivo: caso de uso mais comum, o chown é uma excelente forma de alterar o proprietário de um arquivo;
  • Alterar o proprietário e o grupo de um arquivo: assim como a alteração de propriedade de arquivo, com o comando chown é possível também o grupo de um arquivo. Em geral, o comando segue usuário:grupo exemplo.txt;
  • Conceder acesso a um usuário a um arquivo: por fim, mais um exemplo de uso é a possibilidade de conceder acesso para um usuário. Dessa maneira, concede-se acesso para um arquivo específico. Além disso, pode haver a limitação das permissões para leitura e gravação.

Agora você sabe tudo sobre o comando Chown

Em resumo, esses são apenas alguns exemplos de uso do comando chown. O que vale é lembrar da possibilidade de utilização de diversas maneiras.

Assim, a ferramenta pode atender diferentes necessidades, especialmente para o gerenciamento de propriedade de um arquivo ou diretório em sistemas operacionais.

Mas agora que você já conhece o comando, aproveite para conferir sobre outros assuntos, como fazer a hospedagem de site com praticidade e segurança;

Ou, se preferir, confira outros conteúdos, relacionados ao mundo da tecnologia e muitos outros no Blog da KingHost.

E se você busca conhecimento gratuito, uma excelente opção é o Conexão KingHost: uma plataforma repleta de conteúdos relevantes. São diversas aulas em formato de vídeo com foco em empreendedorismo, gestão, marketing digital, design e presença digital. Confira!

Não perca a oportunidade, são conteúdos gratuitos que irão ajudar o seu negócio a evoluir no digital! Clique no banner abaixo e saiba mais!

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Conteúdos relacionados

As ameaças virtuais estão mudando constantemente e se tornando cada dia mais sofisticadas. Por isso, para quem tem um negócio online, a segurança é um ponto que merece grande atenção. De acordo com o Relatório do Sitelock que analisou 14 milhões de sites em 2022, sites recebem cerca de 5.5 vezes mais tráfego de bots...

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos para apoiar o crescimento do seu negócio

Sem Título(obrigatório)

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você