🚀 Conexão kInghost: Aulas online e gratuitas para fazer o seu negócio evoluir no digital 💰

Kinghost | Blog

Conheça o comando Chown e como ele pode ser utilizado

Publicado em 28/02/2023

Atualizado em 07/11/2023
Capa com pessoa utilizando computador. Imagem ilustrativa para texto comando chown.

Você já conhece o comando chown (change owner), ou para que ele serve? Basicamente, o comando serve para modificar a propriedade de um arquivo no sistema Linux.

Ouça o conteúdo completo apertando no play!

Assim, ele pode alterar a identidade do proprietário ao qual um arquivo ou diretório pertence. Dessa maneira, o superusuário de qualquer sistema Unix pode utilizar o comando.

Quer saber mais sobre quais as possibilidades de usar o comando chown? Confira mais neste artigo e aproveite para ver também algumas dicas de segurança.

Afinal, o que é o comando Chown?

Antes de mais nada, vamos entender o que é o comando chown. Em resumo, esse é o comando usado em sistemas operacionais baseados em Unix – MacOS e Linux -, para alterar a propriedade de um arquivo ou diretório.

Abreviação de “change owner”, o chown auxilia no gerenciamento de arquivos e suas devidas propriedades. Assim, cada arquivo e diretório é atribuído a um usuário e a um grupo de usuários específicos.

Na prática, é a propriedade do arquivo o que determina quem tem permissão para acessá-lo ou mesmo modificá-lo. No entanto, o chown pode ser útil em diferentes casos, como:

  • transferência de titularidade de um arquivo para outro usuário ou grupo;
  • alteração de propriedade para permitir a utilização de um arquivo através de um serviço ou aplicativo;
  • correção de problemas de permissões no acesso de arquivos, evitando que usuários não permitidos o acessem.

Como usar o comando Chown: confira as possibilidades

Mas como usar o comando chown, na prática? Em que tipo de contexto esse comando é útil e quais as possibilidades ele oferece?

Como já destacamos, essa é uma excelente ferramenta para gerenciar a propriedade de arquivos e diretórios em sistemas baseados em Unix. Em resumo, para utilizar o comando, é necessário ter acesso ao terminal ou console de comando do sistema operacional.

O comando é executado com privilégios de superusuário. Dessa maneira, é necessário usar o comando “sudo”, antes de executá-lo. A sintaxe básica do comando “chown” é a seguinte:

  • chown [opções] novo_proprietário arquivo_ou_diretório

Sendo que “novo_proprietario” é o usuário para qual será concedida a propriedade, quanto “arquivo_ou_diretório” é o caminho para o arquivo modificado.

Algumas opções comuns do comando “chown” incluem:

  • “-R” para alterar a propriedade de um diretório e de todos os arquivos e subdiretórios nele contidos;
  • “-v” para exibir uma mensagem para cada arquivo ou diretório cuja propriedade é alterada;
  • “-c” para exibir uma mensagem apenas se a propriedade de um arquivo ou diretório for alterada.

Chown para arquivos

Para alterar a propriedade de um único arquivo com o comando, basta especificar o nome do novo usuário e o arquivo que deseja modificar. Assim, para um arquivo nomeado “arquivo.txt” concedido para o “usuário”, basta utilizar o seguinte comando:

  • chown usuário arquivo.txt

Também é possível alterar o proprietário e o grupo. Nesse caso, especifica-se ambos, separados por dois pontos (:). Por exemplo, mantendo o usuário e arquivo, mas com o grupo “administradores”, temos o seguinte comando:

  • chown usuário:administradores arquivo.txt

Chown para diretórios

Por sua vez, para mudar a propriedade de um diretório com o comando chown, deve-se especificar o novo proprietário e o nome do diretório que se deseja a modificação.

Assim, para alterar o proprietário de um diretório chamado “exemplo” para o “usuário”, você pode executar o seguinte comando:

  • chown usuário /exemplo

Comando Chown para links

Quando falamos de links, existem algumas coisas importantes de considerar ao usar o comando chown.

Primeiramente, é importante entender que há dois tipos de links no Unix: o hard link e o soft link. O hard link é uma cópia exata de um arquivo existente, enquanto o soft link é um arquivo especial que aponta para outro arquivo.

Suponha que você tenha um arquivo chamado arquivo.txt com o proprietário usuario1 e o grupo grupo1. Você cria um link simbólico para este arquivo chamado link.txt.

Assim, para alterar o proprietário e/ou grupo do arquivo original, você pode usar o seguinte comando:

  •  sudo chown novo_proprietario:novo_grupo arquivo.txt

Uso recursivo

Por fim, temos o uso recursivo do comando chown que, basicamente, permite alterar o proprietário e/ou grupo de todos os arquivos e subdiretórios em um diretório específico.

O comando é útil quando você precisa alterar o proprietário e/ou grupo de uma grande árvore de diretórios e arquivos.

No entanto, para usar o comando chown recursivamente, é necessário usar a opção -R ou –recursive. A sintaxe básica do comando chown recursivo é:

  • chown -R novo_proprietario:novo_grupo pasta/

No exemplo, o novo_proprietario e novo_grupo são o novo proprietário e grupo que você deseja atribuir e pasta/ é o caminho da pasta ou diretório que deseja alterar.

Cuidados necessários para uso

Agora que você já sabe o que é e como funciona o comando chown, outro fator importante é entender quais os cuidados necessários ao usar.

A ferramenta é bem útil em diferentes contextos, especialmente para gerenciar a propriedade de arquivos e diretórios em sistemas baseados em Unix.

Mas quais os cuidados? Confira a seguir quais as precauções mais importantes na hora de utilizar o comando chown:

  • Precaução de permissão de superusuário: o comando chown geralmente deve ser executado com permissões de superusuários. Dessa maneira, quem utiliza tem total controle sobre o sistema. Assim, é importante ter cuidado com a concessão das permissões;
  • Não modifique a propriedade de arquivos de sistema: outro cuidado importante é evitar alterar a propriedade de arquivos de sistema. Esses arquivos são vitais para o funcionamento do sistema operacional. Com isso, alterar a propriedade pode causar alguns problemas como erro do sistema;
  • Use somente nos arquivos que você deseja alterar: evite aplicar o comando chown em outros arquivos. Isto é, certifique-se de aplicar o comando nos arquivos e diretórios que deseja alterar. Assim, evita-se erros ou problemas em outros arquivos do sistema;
  • Não conceda acesso a usuários ou grupos não autorizados: por fim, evite conceder acesso para usuários ou grupos não autorizados. Isso porque o chown pode ser usado para essa concessão, sendo necessária uma atenção maior para não permitir o acesso de usuários não confiáveis.

Exemplos de uso do Chown

Por fim, após entender quais são os cuidados no uso do comando chown, outro ponto importante para se entender é sua utilidade. Como já destacamos, essa é uma excelente ferramenta para o gerenciamento de propriedade de arquivos e diretórios.

Assim, seu uso pode ser feito para auxiliar na gestão desse tipo de arquivo. Confira a seguir alguns exemplos de uso do chown.

  • Alterar o proprietário de um arquivo: caso de uso mais comum, o chown é uma excelente forma de alterar o proprietário de um arquivo;
  • Alterar o proprietário e o grupo de um arquivo: assim como a alteração de propriedade de arquivo, com o comando chown é possível também o grupo de um arquivo. Em geral, o comando segue usuário:grupo exemplo.txt;
  • Conceder acesso a um usuário a um arquivo: por fim, mais um exemplo de uso é a possibilidade de conceder acesso para um usuário. Dessa maneira, concede-se acesso para um arquivo específico. Além disso, pode haver a limitação das permissões para leitura e gravação.

Agora você sabe tudo sobre o comando Chown

Em resumo, esses são apenas alguns exemplos de uso do comando chown. O que vale é lembrar da possibilidade de utilização de diversas maneiras.

Assim, a ferramenta pode atender diferentes necessidades, especialmente para o gerenciamento de propriedade de um arquivo ou diretório em sistemas operacionais.

Mas agora que você já conhece o comando, aproveite para conferir sobre outros assuntos, como fazer a hospedagem de site com praticidade e segurança;

Ou, se preferir, confira outros conteúdos, relacionados ao mundo da tecnologia e muitos outros no Blog da KingHost.

E se você busca conhecimento gratuito, uma excelente opção é o Conexão KingHost: uma plataforma repleta de conteúdos relevantes. São diversas aulas em formato de vídeo com foco em empreendedorismo, gestão, marketing digital, design e presença digital. Confira!

Não perca a oportunidade, são conteúdos gratuitos que irão ajudar o seu negócio a evoluir no digital! Clique no banner abaixo e saiba mais!

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Você pode até não perceber, mas as aplicações web já se tornaram parte da sua rotina. Diariamente, você acessa informações, realiza negócios e se comunica por meio dessas aplicações. Isso mesmo, desde plataformas de e-commerce que facilitam compras online até redes sociais que conectam bilhões de pessoas globalmente, as aplicações web desempenham um papel fundamental...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você