🔐Checklist de Segurança: Como manter seu site e os dados de seus clientes seguros💻

Kinghost | Blog

Infraestrutura WordPress no WordCamp POA

Publicado em 10/05/2018

Atualizado em 03/06/2024
infraestrutura wordpress

Com a palestra “Tudo o que você gostaria de saber sobre infraestrutura WordPress e nunca teve coragem de perguntar”, tive a oportunidade de compartilhar um pouco do meu conhecimento sobre infraestruturas para ambientes WordPress, na quarta edição do WordCamp POA.

O evento contou com 145 participantes (o maior público entre todas as edições), que tiveram a oportunidade de assistir a 12 palestras de diferentes temáticas referentes ao universo WordPress (Negócios, Desenvolvimento, Marketing e Conteúdo, e Comunidade), além de gerar bastante networking entre todos.

wordcamp

Desde janeiro deste ano, participo ativamente da comunidade WordPress em Porto Alegre, e tive a oportunidade de ser escolhido como um dos palestrantes, o único colaborador da KingHost, neste grande evento.

Infraestrutura WordPress: como foi a palestra

Durante a palestra sobre infraestrutura WordPress, demonstrei os cenários mais usuais que podemos encontrar em hospedagens do mercado, iniciando pelo mais comum (Apache + PHP + MySQL) até o mais performático e seguro (SSL + Varnish + Nginx + PHP-FPM + MySQL). Sobre este assunto, posso destacar os seguintes pontos:

  • A diferença entre Apache e Nginx para servir conteúdo dinâmico é ínfima, sendo impactada diretamente por como é configurado o PHP-FPM (principalmente, tipo de gerenciador de processos e número de processos) e pelo desempenho do banco de dados;
  • Quando utilizado um proxy reverso para efetuar cache (na apresentação, foi demonstrado o Varnish), a diferença de requisições atendidas por segundo é brutal (cerca de 200x), e;
  • O overhead gerado pela ativação do SSL impacta diretamente a performance, mesmo em cenários com cache.

wordcamp porto alegre

slide 23

Ficou impressionado com a performance? Você pode ter esta estrutura hoje mesmo, migrando sua aplicação para os planos de Hospedagem WordPress da KingHost!

Além disto, abordei também algumas dicas que devem ser levadas em consideração para melhoria de performance do WordPress. Deixo as mais importantes aqui:

  • Lembre-se que seu recurso computacional é finito; portanto, tenha conhecimento do recurso disponível, do consumo de processamento e memória de seu site, e do número médio (e simultâneos) de visitantes. Isto é de suma importância para escolher qual o tipo de hospedagem ideal para atender sua aplicação;
  • No caso de ambientes VPS ou servidores dedicados, ajuste os parâmetros de seu sistema operacional (rede, memória e I/O, principalmente);
  • Realize de forma adequada os ajustes necessários quanto aos serviços disponíveis para servir seu WordPress (número máximo de conexões suportadas pelo web server, pool de processos do PHP-FPM e tamanho do cache do Varnish). Em ambientes compartilhados, algumas destas opções são disponíveis através do Painel de Controle;
  • Utilize, sempre que possível, a versão mais atual do PHP para sua aplicação WordPress (no momento que escrevo, a versão mais atual é a 7.2);
  • Mantenha instalado em sua aplicação WordPress apenas temas e plugins ativos, e substitua os que impacte sua performance, e sempre mantenha-os atualizados (incluindo o core);
  • Se não puder utilizar Varnish no seu ambiente, instale um plugin de cache de conteúdo, e;
  • Mantenha otimizada sua base de dados; ela impacta diretamente na performance da aplicação.

Você também pode assistir à palestra clicando no vídeo abaixo.

Outras palestras do WordCamp POA

Voltando ao WordCamp Porto Alegre, indico também as seguintes palestras, as quais deverão ter suas apresentações disponibilizadas no site oficial nos próximos dias, e que trazem conteúdo deveras pertinente sobre como você pode gerar valor com WordPress:

# “10 coisas que deves fazer após criar teu blog WordPress”, do Marco Andrei Kichalowsky;
# “Dev Toolkit – Ferramentas para melhorar a qualidade de seu projeto”, do Eduardo Pittol;
# “Plugin Territory: o que é responsabilidade de temas e o que é responsabilidade dos plugins”, do Allyson Souza;
# “Seu modelo de negócio e reputação pessoal usando WordPress”, do Christian H. Mendes, e;
# “Como WordPress alavancou minha carreira Freelancer”, do Rógic Alan.

Ah, e não esqueça: na última terça-feira de cada mês, à noite, ocorrem os meetups da comunidade WordPress de Porto Alegre aqui, na KingHost. É uma excelente oportunidade para expandir o network e conferir palestras super bacanas sobre diversos assuntos relacionados ao WordPress!

Queres saber mais sobre? Acesse a página do Meetup e o Facebook do grupo, e te aprochega! ?
Quer salvar esse conteúdo para futuras visitas? Favorite a página e facilite o acesso 🙂

Até a próxima!

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

O Que É Bug? Saiba Como Prevenir Esses Erros De Software

Alessandro

Alessandro Santos

MBA em Gestão Estratégica da TI pela FGV e Engenheiro de Computação pela FURG. Apaixonado por tuning e performance de ambientes Linux. Pai do Enzo, e torcedor fanático do Grêmio nas horas vagas.

Alessandro

Alessandro Santos

MBA em Gestão Estratégica da TI pela FGV e Engenheiro de Computação pela FURG. Apaixonado por tuning e performance de ambientes Linux. Pai do Enzo, e torcedor fanático do Grêmio nas horas vagas.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

A tecnologia de containers e orquestração revolucionou a maneira como aplicativos e sites são desenvolvidos, implantados e gerenciados em servidores VPS. Tudo isso, porque estas tecnologias oferecem uma abordagem eficiente e flexível para ambientes de hospedagem, garantindo escalabilidade, portabilidade e maior controle sobre as aplicações.  Neste artigo, vamos explorar o que são containers, a importância...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você