A importância de atualizar a versão PHP de suas aplicações


Neste material você irá entender os pontos principais do porquê você deve fazer a atualização de versão PHP, além de compreender mais sobre segurança, performance e  ficar por dentro de dicas para manter suas versões sempre atualizadas.

Segurança

Você conhece a sigla EOL? É uma abreviação para End Of Life, e serve para definir quando um projeto irá atingir, ou já atingiu, o final de seu ciclo de desenvolvimento, e portanto, não receberá nenhuma atualização dos desenvolvedores responsáveis por manter o projeto.

Como funciona o ciclo de vida de uma versão PHP?

Após a liberação da versão estável, é fornecido 2 anos de suporte ativo para correção de bugs e questões relacionadas à segurança.

Depois de vencido este período, há mais um ano de suporte, no qual somente atualizações críticas de segurança são lançadas, sem nenhuma adição ou melhoria de recursos.

Após três anos do lançamento da versão PHP estável, ela entra em EOL, ou seja, uma versão que não é mais suportada. Quando o EOL é atingido, os usuários devem considerar o upgrade de versão o mais breve possível, pois seu código poderá estar exposto a vulnerabilidades críticas de segurança.

No link Supported Versions, do site do PHP, podemos visualizar as datas que as versões deixarão de receber atualizações:

E nesta lista de versões sem suporte do PHP, podemos observar as datas EOL e diversos guias para migração do seu código para versões mais recentes:

Se você possui a versão 5.2 do PHP, por exemplo, faz quase 8 anos que a última atualização de segurança foi disponibilizada. E isso é realmente muito tempo para que pessoas mal intencionadas explorem falhas já conhecidas destas versões, a fim de adquirir acesso indevido em seu código, podendo, inclusive, causar a perda de dados sensíveis de seu negócio..

Migrações de versões menores (minor versions) dentro de uma versão maior (major version) como, por exemplo, de 5.4 para 5.6 (leia aqui porque atualizar a versão do PHP para 5.6) , costumam não apresentar muitas dificuldades. Já alterações entre versões maiores como, por exemplo, do PHP 5.3 para o PHP 7.0, requerem mais atenção do desenvolvedor, pois diversas funções foram descontinuadas.
Neste último cenário, o ideal é realizar uma verificação minuciosa do código antes da alteração da versão PHP de seu site.

Você poderá verificar nos guias orientações para migrar do PHP 5.5.x para PHP 5.6.x e do 5.6 para o 7.0. Na wiki do PHP você também pode acompanhar todas as alterações efetuadas por versão.

Diversos CMS líderes de mercado, como WordPress, Joomla e Drupal, e plataformas para lojas virtuais, como Magento, Prestashop e Opencart, já são compatíveis com as mais novas versões de PHP, bastando apenas atualizar para uma versão mais atual. Consulte a documentação de sua plataforma para validar como realizar este procedimento.

Performance

Não é apenas segurança que você ganha realizando a atualização de versão do PHP. VocÊ ganha performance também!
Confira o comparativo de performance que fizemos em nosso post sobre o lançamento do PHP 7.2, o qual demonstra os ganhos expressivos de performance das versões 7.x em comparação com as versões 5.x.

Na KingHost, disponibilizamos as últimas versões do PHP e já estamos na contagem regressiva para liberação das versões 7.3 e 8.0. Inclusive, fizemos um post sobre o que esperar das versões 7.3 e 8, preparado pelo meu colega desenvolvedor Fernando Silva.

Importante:

O WP-CLI é a interface de linha de comando para o WordPress. Você pode atualizar plugins, configurar multisites e muito mais, sem usar um navegador da web, facilitando o gerenciamento de seu CMS.

Esta ferramenta não fornece mais suporte a integração com instalações WordPress que estejam utilizando as versões mais antigas, então é necessário atualizar para a versão 5.6 ou acima.

E como alterar a versão PHP utilizada pelo meu domínio?

Para você, cliente da KingHost, utilizar as versões mais atuais do PHP é muito simples! Basta acessar seu Painel de Controle, selecionar o domínio que você deseja alterar a versão do PHP, , e dentro da opção “Gerenciar PHP” selecionar a versão desejada!

Fique ligado no LAB, o blog da KingHost para mais dicas e novidades sobre PHP e outras linguagens de programação.

Resumo
A importância de atualizar a versão PHP de suas aplicações
Nome do Artigo
A importância de atualizar a versão PHP de suas aplicações
Descrição
Entenda os pontos principais do porquê você deve fazer atualização de versão PHP, além de compreender mais sobre segurança e performance.
Autor
Nome
KingHost
Logo
Vanessa de Oliveira Mello

Vanessa de Oliveira Mello

Analista de Infraestrutura Linux em KingHost
Cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas, trabalha há 9 anos com T.I. Apaixonada por infraestrutura, redes, programação e indie rock dos anos 90.
Vanessa de Oliveira Mello

Últimos posts por Vanessa de Oliveira Mello (exibir todos)

Comentários

comentário(s)