Quanto tempo leva para posicionar um site no topo do Google?


Você investiu tempo e dinheiro em seu site e agora quer vê-lo no topo dos resultados de busca do Google.

Esse é o sonho de todo mundo que decide criar um site de sucesso. Afinal de contas, os consumidores estão exatamente neste momento realizando buscas por produtos e serviços.

Por mais que o seu site tenha uma ótima estratégia para atrair visitantes como, por exemplo, oferecer cupom de desconto ou disponibilizar gratuitamente material rico (e-book, infográfico, webinar, etc.), ele ainda precisará ser encontrado através dos resultados do Google.

Ouça o conteúdo na íntegra clicando no player abaixo.

E quanto tempo isso demora a acontecer?

Bem, precisamos te dar uma má notícia. É impossível oferecer um prazo exato de quanto tempo o seu site (principalmente se ele for novo) levará para aparecer no topo do Google.

Ele poderá ser indexado pelo algoritmo do motor de pesquisa em questão de dias, semanas ou até meses. Sim, sabemos que isso é decepcionante, porém não é possível controlar o Google.

Gostaríamos que existisse uma resposta mais definitiva, mas essa é a realidade da situação.

Além disso, o trabalho de otimização (SEO) também é cheio de técnicas e detalhes que devem ser muito bem trabalhadas para que os resultados comecem a surgir.

Leia também: SEO – Guia Completo para te ajudar a implementar na sua empresa.

Agora, vamos para as boas notícias!

Mesmo que você não consiga forçar que o Google coloque imediatamente seu site no topo dos resultados, há coisas que você pode – e deve – fazer para reduzir o mínimo possível o tempo de espera. Confira as nossas dicas e saiba o que fazer!

Como saber se o seu site está pronto para ser indexado

Antes da nossa lista com dicas para posicionar um site no topo do Google, é importante falarmos sobre a indexação do seu site.

Se você está pensando em criar, está criando ou acabou de lançar o seu site, é muito importante que você tenha atenção aos seguintes tópicos de verificação de visibilidade:

  • Robots.txt: verifique se o arquivo robots.txt não está fazendo bloqueio de rastreadores e bots do conteúdo que você deseja que o Google indexe. A empresa ou pessoa que criou o seu site deve saber como fazer essa verificação de arquivo, para que assim seja possível ter certeza que ele foi configurado corretamente.
  • Painel do WordPress: se o seu site foi construído na plataforma WordPress, existe uma configuração no painel de controle dizendo “Evitar que mecanismos de busca indexem este site”. É comum que essa configuração esteja ativada quando um novo site está em construção, pois você não vai querer que os rastreadores do Google tentem indexar seu site neste momento. No entanto, após subir o site, lembre-se de desativar essa opção.
  • Console de Pesquisa do Google: conecte seu site ao Google Search Console. Este é um serviço gratuito oferecido pelo Google, que faz uma análise do seu site e envia notificações sobre qualquer erro existente. O serviço permite que você envie o mapa do seu site ou URLs de páginas individuais diretamente ao Google para consideração na indexação de seus bancos de dados.
  • Google Analytics: certifique-se de integrar o Google Analytics ao seu site. Como o Google Search Console, este também é um serviço gratuito, mas se concentra mais em registrar e analisar o tráfego do seu site. Ao conectá-lo ao Google Analytics, você estará mostrando para o Google que ele existe.

Depois de fazer essas verificações, está na hora de você ter certeza de que o seu site está otimizado para conquistar o topo dos resultados de busca do Google.

Dicas para seu site aparecer no topo do Google

Depois de fazer essas verificações, você precisa ter certeza de que o seu site está otimizado para conquistar o topo dos resultados de busca do Google.

Vale lembrar que indexar um site não significa que ele irá aparecer nos primeiros resultados de busca. Ser indexado significa apenas que a página do seu site entrou no banco de dados do Google, o que é um primeiro passo.

Para que o site apareça nas primeiras posições dos resultados de pesquisa, que é onde todos desejam estar, é necessário implementar e analisar vários fatores relacionados a SEO.

Vamos supor que a sua empresa seja uma lavanderia na cidade de São Paulo, logo seu público-alvo pesquisa “lavanderia em São Paulo”. Para que seu potencial cliente encontre o seu site, ele precisa estar nas primeiras posições nos resultados, caso contrário, ele irá encontrar seus concorrentes.

Por mais que seu site esteja totalmente indexado pelo Google, ele só irá aparecer em uma boa posição se algumas técnicas forem bem executadas, como:

– SEO nas páginas

Para aparecer no Google, suas páginas devem estar formatadas corretamente, para serem compatíveis com os mecanismos de pesquisa. Diversas técnicas de SEO podem ser aplicadas em páginas. Porém, uma das mais principais é a utilização meta tags, principalmente a meta título e a meta descrição.

Quando você configura as meta tags corretamente, utilizando as palavras-chave ideais para o seu negócio, o Google usará essas informações. Isso é importante para que o seu site apareça para pessoas que estejam buscando pelo produto ou serviço que você oferece.

Leia também: SEO para loja virtual: 31 técnicas básicas e avançadas para aumentar suas vendas

– Configure o Google Meu Negócio

Além de pensar na otimização do seu site, você também deve se preocupar em criar uma “conexão” com o Google. Crie a conta da sua empresa no Google Meu Negócio. Essa opção gratuita oferecida pelo motor de busca é a melhor forma de se ter visibilidade na região onde você atua.

Mesmo que demore algumas semanas para o seu site aparecer nas buscas orgânicas do Google, pelo menos o seu negócio poderá ocupar um espaço de primeira página no Google.

Leia também: Como colocar minha empresa no Google Maps

– Tenha backlinks de qualidade

Outra forma de chamar a atenção do algoritmo do Google é ter o maior número possível de backlinks de qualidade. E você não precisa recorrer a nenhuma tática de spam para obter backliks. Vale dizer, que técnicas incorretas de SEO podem penalizar o site, fazendo com que ele perca posicionamento nos resultados de busca.

Para fazer backlink, também conhecido como link building, tudo o que você precisa é de um pouco de tempo e paciência. Realize pesquisas e encontre possíveis sites que topam fazer uma troca de links.

Além disso, quanto mais ativa sua empresa for em suas mídias sociais e em um blog, maiores são as chances de outras pessoas a citarem seu site em seus conteúdos.

Leia também: Guia sobre backlinks: o que são, por que são importantes e como usá-los

– Crie conteúdo relevante, de qualidade e otimizado

O marketing de conteúdo se tornou essencial para qualquer tipo de empresa, seja ela de pequeno ou grande porte, em qualquer tipo de segmento. Isso porque os consumidores estão em busca de conteúdo. Eles querem tirar suas dúvidas através da internet e valorizam as empresas que estão dispostas a ajudá-los.

É importante que você faça um bom planejamento de conteúdo para um funil de vendas, para que assim você consiga fazer a geração de leads qualificados. Quanto mais conteúdo de qualidade você oferecer em seu site ou blog, maiores são as chances do Google posicioná-lo nos primeiros resultados de busca.

Vale ressaltar que esse conteúdo deve ser otimizado, ou seja, seguir as regras de SEO para conteúdo, como utilizar a palavra-chave com moderação e as incluir nos subtítulos, por exemplo.

Além de ser excelente para conseguir um posicionamento ideal nos resultados do Google, um conteúdo de qualidade também poderá chamar a atenção de proprietários de outros sites ou blogs, proporcionando mais backlinks de qualidade.

Leia também:

– O que fazer enquanto o site não alcança o topo dos resultados

Se o seu site já está indexado e o SEO dele está perfeito, não pense que o trabalho acabou. O conteúdo do seu site deve ser sempre atualizado, ou seja, a produção de conteúdo de qualidade não pode parar mesmo depois que ele consiga um excelente posicionamento no Google.

Além disso, todas as dicas que demos são para que você consiga alcançar uma boa posição de forma orgânica, ou seja, sem pagar para o Google. No entanto, caso você queira impulsionar o seu site e já tentar gerar algumas vendas, é possível fazer algum investimento em links patrocinados.

Esse investimento é feito através do Google Adwords e funciona como um leilão de palavras-chave. O dinheiro investido em uma campanha, será debitado sempre que alguém clicar em seu anúncio.

Vale dizer que clique no anúncio não é garantia de venda realizada. Logo, mais uma vez, entra a produção de conteúdo de qualidade, que será responsável por conquistar esse potencial cliente até que ele esteja pronto para realizar a compra do seu produto ou serviço.

Além desse possível investimento em campanhas pagas, enquanto o seu site não alcança a posição que você deseja, é importante que você::

  • Entenda que a ação é necessária: simplesmente lançar seu novo site não é suficiente. Conforme falamos em todo o post, seu site deve estar configurado corretamente e o Google deve acessá-lo. Além disso, também falamos sobre algumas dicas de otimização que você pode executar para aumentar a probabilidade de ser listado nos resultados de pesquisa do Google, no menor tempo possível.
  • Seja paciente: este não é um processo que acontece da noite para o dia e você não pode forçar o Google a acelerar as coisas. Desconfie de “especialistas” que cobram uma fortuna por “segredos internos” por serem listados no Google. Se você executar metodicamente as práticas recomendadas, você aparecerá no Google.

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas e que em breve o seu site esteja disponível no topo do Google!

UpSites

Empresa que desenvolve e gerencia sites profissionais de alto impacto.
UpSites
Resumo

Comentários

comentário(s)