Aula 3 – Conteúdo: posicionando-se como referência


Agora que você já sabe como criar a landing page perfeita, vamos falar de conteúdo. Como talvez você já saiba, o marketing de conteúdo tem vários benefícios. Podemos citar por exemplo, a melhoria da visibilidade online do seu negócio de afiliados como um todo já que uma estratégia de marketing de conteúdo bem formulada levará em conta aspectos de SEO (sigla em inglês para otimização para mecanismos de busca).

Outra grande vantagem do marketing de conteúdo é a possibilidade de se tornar referência através dos conteúdos que produz. Que tal as pessoas lembrarem de você ao precisarem de conteúdos sobre a área de afiliados que você atende? Ótimo, não?

De modo geral, o conteúdo é uma forma mais orgânica de atingir uma audiência e, por isso, pode diminuir drasticamente o valor de aquisição por cliente. Também de forma não invasiva, o conteúdo influencia seus usuários na jornada de compra, além de ajudar na retenção de clientes, que justamente por terem você como referência na área poderão voltar a fazer negócios com você no futuro. Continue acompanhando e aprenda a desenvolver um conteúdo de qualidade.

“Quando você cria algo que seu público acha valioso e envolvente, isso inicia um diálogo. A partir daí, você pode habilmente transformar este diálogo em resultados de negócios”.

Quais as principais peças de conteúdo que você pode criar

Além dos formatos citados aqui você pode ser criativo e inovar, existem diversas ferramentas que podem ajudá-lo a construir conteúdos mais visuais facilmente, como o Canva por exemplo.

Um site de qualidade

Para ter seu site, você não precisa ser um programador ou webdesigner. O que você vai precisar fazer é ter a paciência de aprender a usar o WordPress. Sim, há uma curva de aprendizagem para usar o WordPress e sim, você vai precisar de alguma ajuda ao longo do caminho, mas você pode aprender facilmente tudo o que você precisa saber em poucos dias, se você está disposto a colocar no esforço. Um bom host oferecerá uma hospedagem que já vem com o WordPress instalado e outras otimizações prontas, além disso normalmente você poderá contar com o suporte especializado 24 x 7.

-> Clique e baixe o guia completo para fazer ou refazer o seu site.

Blog

A maioria dos afiliados, em qualquer indústria, podem se beneficiar de um blog bem executado. Os blogs mais bem sucedidos são fortes em conteúdo educacional que abrangem vários tópicos dentro da área de atuação. É preciso conhecer o seu público-alvo e escrever para cada segmento do público focando principalmente nos primeiros passos da jornada de compras de seus prospects. Crie um calendário de conteúdo de blog, um time de colaboradores para o blog e mantenha-o ativo.

-> Planeje o seu blog 

-> Entenda a importância do tamanho dos seus posts

White papers e e-books

Seus clientes querem estar envolvidos com informações relevantes que tornam sua vida melhor de alguma forma. White papers e e-books oferecem o potencial para você oferecer algo valioso para o seu público, recebendo em troca algo que para você também vale muito: o contato de pessoas interessadas na sua área de atuação.
Se você oferecer uma série de white papers ou e-books sobre um tópico, e estiver utilizando algum tipo de automação em seus formulários, você ganha o direito de pedir ao leitor informações incrementais sobre a pessoa a cada download, construindo um perfil do leitor. Ao fazê-lo, você cria vai criando referências diretas a respeito do seu público e aproximando-o do seu produto. Se o conteúdo do seu e-book realmente oferece valor, uma aproximação a conversa de vendas pode ser muito produtiva. Você vai disponibilizar seus conteúdos através de uma página especial chamada landing page, essa página precisa ser otimizada para a conversão conforme falamos no conteúdo da segunda aula.

-> Confira o processo de fazer um e-book para gerar leads

Vídeos

Certamente é uma ótima estratégia de marketing incluir vídeos no seu portfólio de conteúdo, principalmente porque o Youtube tem sido um canal muito interessante para venda de afiliados. No entanto, ao considerar esse tipo de conteúdo você deve se comprometer a desenvolver vídeos com qualidade, o que exige bastante dedicação.

-> Acompanhe 5 dicas para utilizar videos online no marketing digital

Aproveite e cadastre-se no Programa de Afiliados da KingHost.

Como preparar seus conteúdos

Muitas pessoas se perguntam, sobre quais tópicos devo falar nos meus conteúdos?

Quando você cria algo que seu público acha valioso e envolvente, isso inicia um diálogo. A partir daí, você pode habilmente transformar este diálogo em resultados de negócios. É por isso que os melhores tópicos de conteúdo são aqueles que têm potencial de produzir os melhores resultados de negócios ou o maior ROI (retorno de investimento).

O tópico ideal é aquele que resolve um problema ou toca em uma dor do seu usuário e, ao mesmo tempo, está próximo do universo de produtos que você indica.

Já falamos sobre isso na lição 1, mas não custa relembrar. O mesmo processo que você fez para encontrar a especialidade rentável que deseja focar, será feito agora para a produção de conteúdos. A primeira coisa que você precisa aprender é como as pessoas encontram os tópicos sobre a especialidade que está trabalhando, para isso, você vai usar o Google Keyword Planner. Você precisa de uma lista de termos relacionados à sua indústria que as pessoas usam freqüentemente para pesquisar nos motores de busca. Dessa forma, você pode produzir conteúdo com foco nessas palavras-chave para atrair visitantes orgânicos.

“Criar conteúdo sem objetivo é inútil. Desde o início, sua estratégia de conteúdo deve delinear claramente seus objetivos”.

Conhecendo bem como a concorrência trata temas similares
Liste 5 a 10 peças de conteúdo similares a que você deseja desenvolver, que falam sobre temas similares e são conhecidos e respeitados por isso. O que faz com que eles sucesso? Qual o tipo de abordagem que eles proporcionam ao usuário? Tenha neles um ideal de qualidade, sempre buscando inspiração e superação em seus concorrentes.

Pense bem antes de escolher um domínio para site e blog

É muito importante ter domínio e email próprio . Apesar de não existir certo e errado, é ideal que o seu endereço de site e blog sejam descritivos, representando a especialidade de produtos que você está indicando. Tenha em mente que ele deve ser fácil de ser lembrado e, se existe alguma palavra-chave em especial que você gostaria de associar ao seu site (para ser facilmente encontrado a partir dela), é um bom momento para checar se ela está disponível. Você pode checar domínios disponíveis aqui .

Escolha a sua plataforma

A escolha da sua plataforma irá impactar diretamente no potencial do seu site, o WordPress é a alternativa mais recomendada para fazer um site ou blog profissional. Existem muitos motivos para eleger o WordPress como sua plataforma, de modo sucinto, essa é uma tecnologia acessível, gratuita e muito rica em recursos, como plugins e temas gratuitos.

Qual é a sua meta?

Criar conteúdo sem objetivo é inútil. Desde o início, sua estratégia de conteúdo deve delinear claramente seus objetivos. O que é e o que você quer alcançar a partir da criação deste conteúdo? Você pode ter um ou vários objetivos – contanto que você saiba quais são eles!

Exemplo de objetivos de conteúdo:

  • Divulgar o novo site
  • Enviar tráfego para o site
  • Link building
  • Compartilhamentos sociais
  • Envolvimento do público-alvo
  • Construir liderança através do conteúdo

Exercício:

Para ajudá-lo a determinar quem é sua audiência, aqui estão algumas perguntas sobre as quais você deve pensar:

  • A qual grupo etário eles pertencem?
  • Onde é que eles vivem?
  • Qual é o seu status de relacionamento?
  • Qual é o seu nível de renda?
  • Que interesses eles têm?
  • Como eles passam seu tempo de lazer?
  • Eles têm algum problema em comum?
  • Que tipo de livros que eles lêem?
  • Que filmes eles gostam de assistir?

Continue adicionando à lista as perguntas que são relevantes para o tipo de negócio que você indica.

Responder a estas perguntas pode parecer bobagem, mas as respostas irão ajudá-lo a criar uma imagem muito realista das pessoas para as quais você tem a missão de produzir conteúdo. Ter uma pessoa real em mente tornará mais fácil o planejamento do seu conteúdo.

Ainda com relação ao seu público, como você responderia o seguinte?

  • Quais as redes sociais que eles mais utilizam?
  • Quais blogs eles gostam de ler?
  •  Eles frequentam fóruns? Quais?
  • Que portais de notícias eles preferem?
  • Que tipos de conteúdo eles compartilham? (Por exemplo, posts de blog, memes, notícias etc.)

Com essas perguntas em mente você terá mais facilidade de decidir sobre formatos, estilo e canais de distribuição para seus conteúdos. Não se esqueça de se cadastrar no Programa de Afiliados para ganhar até R$70 por indicação. Continue acompanhando as nossas aulas e venda muito mais! A próxima aula será sobre E-mail Marketing, então não deixe de acompanhar.

Navegue nas demais aulas do curso:

Aula 1 – Especialidade: qualificação é mais importante do que diversidade
Aula 2 – Landing page: acertando o alvo!
Aula 3 – Conteúdo: posicionando-se como referência
Aula 4 – Email Marketing: conteúdo também é relacionamento
Aula 5 – Social Media: canais como ferramentas de negócio
Aula 6 – Adwords: fonte de tráfego e conversão
Aula 7 – De olho no lucro: uma estratégia para promover os produtos de afiliados
Aula 8 – Mobile: esteja preparado para a era mobile
Aula 9 – Datas especiais: aproveite o poder do calendário
Aula 10 – Boca a boca: não esqueça de quem está a sua volta

Leonéia Evangelista

é bacharel em Comunicação Digital pela Unisinos e mestre em Bibliotecas Digitais pelo programa Digital Library Learning (Erasmus Mundus). Trabalha com web há mais de 8 anos e atualmente cursa MBA em Marketing Estratégico.
Leonéia Evangelista

Comentários

comentário(s)

Categories