Aula 2 – Landing page: acertando o alvo!


A criação de landing pages, também chamadas em português de páginas de entradas ou de conversão, estão entre as principais estratégias para otimização de sites. Landing pages são aquelas páginas para onde você é direcionado ao clicar em boa parte dos links de anúncios no Google, em banners ou links em emails. Essas páginas são desenvolvidas com foco na conversão, com conteúdo mais objetivo e com menos elementos e links do que as outras. Não deixe de ler até o final para criar a landing page ideal.

O que é Conversão?

Antes de explicarmos como fazer uma excelente landing page, precisamos deixar claro o seu objetivo: a conversão . Uma conversão é uma ação que um usuário do seu site faz, que possa ser medida e que tenha valor para o seu negócio. No caso das landing pages, as conversões normalmente utilizadas são:

  • Envio de formulário com dados de contato

Também conhecidos como leads , podendo ser um pedido de orçamento ou inscrição para visualizar algum conteúdo, na qual os dados poderão ser utilizados para ações de Inbound Marketing .

  • Compra realizada

Incluindo tanto a realização da compra quanto ações em direção à compra, como o acesso ao próximo passo do carrinho.

“O ideal é que você possua uma landing page para cada ação de marketing desenvolvida, segmentando seu público e direcionando cada segmento a uma página específica”.

Por que é importante ter uma landing page?

Porque ela pode ser um fator decisivo para gerar mais resultados para o seu negócio. Ou seja, mais vendas, mais contatos ou mais inscrições! O principal motivo para isso acontecer é que, ao contrário da maioria das páginas do seu site, o conteúdo de cada landing page é focado especificamente em um único objetivo que corresponde a intenção do anúncio que seus visitantes clicaram para acessar estas páginas. Além disso, seu uso pode ser aproveitado para mídias sociais, emails, anúncios e busca orgânica.

Se ainda está procurando motivos para investir em landing pages, confira estes dados:

  • Empresas observaram um aumento de 55% em leads quando aumentaram de 10 para 15 o número de landing pages. (Fonte: Hubspot )
  • Empresas com0 mais de 40 landing pages conseguem 12 vezes mais leads do que as que possuem cinco ou menos. (Fonte: Hubspot )

Se você já possui uma landing page e quer apenas otimizá-la, aproveite e já cadastre-se no Programa de Afiliados.

Quando utilizar uma landing page?

É possível utilizar landing pages para diferentes ações de marketing relacionadas ao seu público. As principais necessidades para landing pages costumam ser as seguintes:

  • Direcionar os visitantes que clicaram em um anúncio, como campanhas do Google Adwords, banners em seu site ou de sites parceiros
  • Promover um produto ou conteúdo através de redes sociais
  • Promover um produto ou conteúdo através de um email de divulgação

O ideal é que você possua uma landing page para cada ação de marketing desenvolvida, segmentando seu público e direcionando cada segmento a uma página específica. Assim, você poderá oferecer uma mesma oferta ou produto para pessoas com diferentes perfis, adaptando o conteúdo da página para cada um.

No caso de um programa de afiliados, é possível criar uma campanha para cada produto ofertado e direcionar os visitantes para uma landing page específica de acordo com a campanha. Ou então, criar uma campanha oferecendo um conteúdo gratuito relacionado ao produto em troca das informações de contato dos seus visitantes, para utilizá-las futuramente em ações de Inbound Marketing .  A seguir você entenderá como otimizar a sua landing page para vender mais.

Como otimizar uma landing page?

Agora que você já sabe porque criar landing pages e quando você deve utilizá-las, vamos fornecer algumas dicas importantes que podem ser determinantes para o sucesso de suas páginas.

Tenha apenas um objetivo

Todos os elementos da sua página devem servir para explicar um único conceito, o título para prender a atenção e o conteúdo para direcioná-la para a conversão. Por este motivo, você deve conhecer seus consumidores para saber o que é importante para eles nesse momento e evitar qualquer possível distração como, por exemplo, adicionar textos demais, recursos demais ou muitos links em sua landing page.

Diminua o número de links na página

O mesmo princípio relacionado ao objetivo de sua landing page vale também para os links: quanto maior o número de ações que um usuário pode fazer em sua página, maior a probabilidade de que se desvie do foco esperado para a página, ou seja, a conversão.

A taxa de atenção de uma página é a proporção entre o número de links e o objetivo de conversão de uma campanha. Em uma página otimizada, sua taxa de atenção deve ser 1:1. Um estudo realizado pela empresa Unbounce em mais de 20.000 páginas, mostrou que quanto maior o número de links, menor o percentual de conversão da página.

O mesmo princípio vale inclusive para páginas com navegação. Em um estudo de caso da VWO, uma homepage com navegação comparada com uma landing page sem navegação. A taxa de atenção caiu de 15:1 para 3:1 e resultou em um aumento de 100% nas conversões.

A única exceção é quando existem múltiplos links com o mesmo objetivo. Em landing pages mais longas, você deve repetir seu call-to-action ao longo da página baseado no conteúdo abordado em cada parte. Você pode usar um texto diferente para cada botão e ver qual influencia mais os cliques.

“Procure destacar mais os benefícios do que os recursos do produto que você está oferecendo”.

Torne sua mensagem clara

Os visitantes chegarão a sua página por alguma oferta de conteúdo que chamou a atenção e fez com que clicassem em um link ou banner. Nesse momento, o objetivo do seu título é manter essa atenção conquistada, se relacionando diretamente ao conteúdo exibido para atrair estes visitantes a sua página, seja um tweet, um email ou um link patrocinado.

Tanto o título quanto o conteúdo devem ser curtos e ir direto ao ponto. É importante que no momento em que chegar na sua página, o visitante entenda sobre o que se trata a página e não perca tempo pensando sobre que ação que deverá tomar naquele momento. O texto deve explicar sua oferta de forma clara e simples. Para isso, utilize em sua página subtítulos, listas e evite textos longos, quebrando o conteúdo em blocos de textos menores.

Entregue valor para seu visitante

Se você tiver algo para oferecer que tenha valor para seu visitante, ele não se importará de deixar os dados pessoais em troca disso. Por isso, certifique-se que sua landing page realmente transmita valor aos seus visitantes e o quanto sua oferta é única.

Procure destacar mais os benefícios do que os recursos do produto que você está oferecendo. Por exemplo, no lugar de informar as características do produto, liste como o produto poderá aumentar a produtividade do visitante. Deixe claro e de forma resumida como sua oferta irá atingir um problema, uma necessidade ou um interesse que seu público possui.

Outra forma de aumentar a confiança do seu visitante é incluir em sua página depoimentos de quem já utilizou o que você está oferecendo. Depoimentos geram mais credibilidade para sua marca, pois são declarações autênticas sobre a experiência com seu produto ou serviço.

Aposte no Design simples e minimalista

O foco da sua página deve ser a conversão, por isso landing pages simples costumam gerar mais resultado. Lembre-se que cada elemento a mais em sua página poderá ser algo para distrair seus visitantes do objetivo principal. Neste caso vale aquela famosa frase: “menos é mais”.

  • Tente deixar sua página mais limpa, aproveite os espaços em branco.
  • Tenha certeza que sua página é otimizada para diferentes dispositivos.
  • Utilize apenas imagens que ajudem a convencer seus visitantes, como imagens do seu produto.
  • Evite imagens genéricas.
  • Utilize no máximo 3 cores e procure não utilizar mais de uma fonte.

Otimize seus botões de call to action

No marketing, o termo Call To Action (CTA), que significa a “chamada para ação”, é utilizado para descrever links ou botões que levam o usuário a realizar ações.

Substitua termos genéricos como “Enviar”, “Clique aqui” ou “Cadastrar” por textos mais atrativos, que indiquem o benefício que o visitante terá ao clicar naquele botão. Por exemplo, se você está oferecendo um ebook, utilize “Baixar Ebook” ou ainda “Baixar Ebook Grátis”.

Em relação ao design de seu CTA, procure seguir as seguintes recomendações:

  • Faça com que ele se destaque do resto da página através do contraste;
  • Utilize botões grandes e coloridos.
  • Certifique-se também que ele pareça claramente um botão;
  • Posicione o CTA próximo ao topo da página;
  • Se o conteúdo for extenso, repita o CTA ao longo da página

Ao utilizar formulários em troca de uma oferta, peça apenas informações que realmente serão utilizadas por sua empresa. Pois qualquer campo a mais irá diminuir a taxa de conversão de sua página.

Evite imagens genéricas

Utilize em sua landing page apenas imagens que representem sua oferta e possam ajudar no convencimento do seu visitante. Evite imagens genéricas, como as encontradas em bancos de imagens. No caso de sistemas e produtos, procure representar a utilização do produto. No caso de ebooks, é possível exibir uma capa ou uma imagem que represente o conteúdo abordado.

Agora é com você!

Com as dicas apresentadas, você descobriu que criar uma landing page é mais simples do que parece. Mas é preciso estar atento aos detalhes para que sua landing page esteja otimizada aos seus objetivos. Por isso, aqui vão alguns exercícios úteis:

  • Escolha um segmento do seu público e pense uma landing page direcionada para ele
  • Crie o conteúdo utilizando um editor de texto. Incluindo título, subtítulo, links e call to actions.
  • Mostre o conteúdo que você criou para alguém e, após os primeiros 10 segundos de leitura, pergunte se essa pessoa entendeu o que você está oferecendo.
  • Confira se você deixou claro os benefícios da sua oferta para o visitante. De preferência, utilizando listas.
  • Veja se o conteúdo não possui grandes blocos de texto.
  • Conte o número de destinos dos links e call to actions utilizados na sua página. Quanto menos, melhor. Se todos direcionam para o mesmo destino, você está no caminho certo!

Se você conseguiu concluir todas as tarefas com sucesso, é hora de botar em prática e começar a colocar suas landing pages no ar! Bons negócios! Não esqueça de se cadastrar agora mesmo no Programa de Afiliados para ganhar até R$70 por indicação.

Continue acompanhando e venda ainda mais! Na próxima aula você aprenderá a desenvolver um conteúdo de qualidade para aumentar suas conversões.

Navegue nas demais aulas do curso:

Aula 1 – Especialidade: qualificação é mais importante do que diversidade
Aula 2 – Landing page: acertando o alvo!
Aula 3 – Conteúdo: posicionando-se como referência
Aula 4 – Email Marketing: conteúdo também é relacionamento
Aula 5 – Social Media: canais como ferramentas de negócio
Aula 6 – Adwords: fonte de tráfego e conversão
Aula 7 – De olho no lucro: uma estratégia para promover os produtos de afiliados
Aula 8 – Mobile: esteja preparado para a era mobile
Aula 9 – Datas especiais: aproveite o poder do calendário
Aula 10 – Boca a boca: não esqueça de quem está a sua volta

Bruno Cambraia

Bruno Cambraia

Designer de Interação Sênior na KingHost, com mais de 10 anos de experiência profissional na área e especialização em Design Centrado no Usuário pela Universidade Positivo / PR.
Bruno Cambraia

Últimos posts por Bruno Cambraia (exibir todos)

Comentários

comentário(s)

Categories