AULA 2: Como eu indico meus produtos para potenciais clientes?


Bom, antes de começarmos a segunda aula, vale lembrar que são vários os canais e as formas que você pode aproveitar como oportunidade.

Desde o bom e velho boca a boca, indicar os produtos no seu site (se você ainda não tem um, clica aqui que explicamos o passo a passo para criar um) e também nas redes sociais.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa da Nielsen, 77% dos consumidores se sentem impulsionados a comprar um novo produto quando os descobrem através da recomendação boa a boca. E mais: ainda segundo o levantamento , 92% dos consumidores ao redor do mundo afirmam que confiam totalmente na indicação de um amigo ou familiar, acima de qualquer propaganda.

As pessoas conversam e trocam ideias e opiniões o tempo todo e, por isso, essa estratégia é tão poderosa.

Como eu indico meus produtos?

Seja no trabalho, na faculdade, na fila do supermercado, pelas redes sociais ou email, as pessoas compartilham experiências sobre as marcas que possuem algum relacionamento. E eu tenho certeza que seu parceiro ou amigo vai confiar na sua palavra e vai levar em consideração a sua indicação.

Se no passado essas conversas eram 1:1, hoje elas tomam escala pública e exponencial com as redes sociais e a mudança do comportamento do consumidor.

A comunicação de massa deu lugar à comunicação de nicho, mais segmentada, tornando as pessoas mais seletivas e abertas a ouvir o que outras pessoas do mesmo nicho falam sobre os produtos que consomem e se interessam.

Quando você cria algo que seu público acha valioso e envolvente, isso inicia um diálogo. A partir daí, você pode habilmente transformar este diálogo em resultados de negócios.

Utilizar as Mídias Sociais para sua estratégia de captação no Marketing de Afiliados pode ser uma excelente escolha. Elas são focadas em diálogos e interações entre pessoas e se a sua marca quer estar neste meio, você precisa estar disposto a conversar e interagir.

Uma boa ideia para garantir presença online usando redes sociais é você organizar e planejar suas publicações por meio de um calendário editorial voltado especificamente para isso. Vou deixar o link aqui para você acessar um conteúdo que você pode baixar gratuitamente e inserir seu cronograma de postagens nas redes sociais.

Vale reforçar que as ferramentas de mídias sociais são sistemas projetados para possibilitar a interação social a partir do compartilhamento e da criação colaborativa de informação nos mais diversos formatos.

Tá, mas e como vou conversar com meu público?

Primeiro passo para começarmos a interagir com nosso público é entender onde encontrá-lo, quais as redes que eles estão e sobre o que eles gostam de falar que possa ter sinergia com os produtos que vamos oferecer.

Para facilitar, vamos entender como funcionam as principais redes sociais hoje. De uma forma bem simples, segue uma lista e um contexto para sintetizar como trabalhar em cada uma delas:

  • Facebook: a plataforma mais ampla que temos, focada em relacionamentos, diálogos e momentos. Aceitar diversos tipos de mídias (texto, imagem e vídeo).
  • Twitter: conhecido por suas limitações de caracteres e pela presença das hashtags para segmentar assuntos. Trata sempre do que está acontecendo ao vivo, com bastante foco em meme e espaço para usar do bom humor.
  • Instagram: criado para divulgar momentos importantes da vida através de fotos, também usa hashtags como ferramenta de segmentação de assuntos. Possui plataforma de venda e marcação de produtos.
  • LinkedIn: focado em conectar pessoas pelas suas vivências profissionais, funciona muito bem como um verdadeiro histórico da sua carreira profissional e ainda possibilitar criar novos contatos.
  • Pinterest: com o funcionamento de uma espécie de quadro de fotos, foca em criar grupos de imagens bonitas e inspiradoras.

Uma ótima dica é este material muito bacana do pessoal da Resultados Digitais passando dicas sobre uma técnica de escrita chamada AIDA, que tem como objetivo te ajudar a chamar atenção das pessoas que estão lendo seu texto para comprar seu produto, ideia ou serviço. Confere aí: AIDA: uma forma de entender o processo de conversão.

Legal, aprendi tudo isso, e agora?

Agora é mão na massa! Uma das maiores vantagens que as redes sociais nos ofereceram é a possibilidade de poder conversar com todo mundo, do nosso jeito e falando das coisas que a gente realmente ama. E ainda saber, em grande parte dos casos ao vivo, se estamos tendo resultados e indo para o caminho certo.

Um dos cuidados que você deve ter é sempre usar o canal correto dentro da plataforma para fazer este diálogo.

Quem tem uma fanpage, por exemplo, consegue acessar a relatórios de performance dos conteúdos publicados e obter informações preciosas como:

  • o alcance de cada publicação;
  • quantidade de curtidas;
  • número de compartilhamentos;
  • dados demográficos

Todos essas informações podem virar insights para monitorar o andamento da sua estratégia de divulgação dos produtos e serviços oferecidos.

O Twitter também fornece essas informações, basta acessar o Analytics da plataforma. Já em outras mídias como o Instagram por exemplo, para ter acesso aos dados você precisa transformar seu perfil em uma conta de empresa, olha como é fácil nesse tutorial: Como faço para converter meu perfil pessoal no Instagram para um Perfil comercial?

Nos vemos próxima lição quando iremos aprofundar os conhecimentos sobre marketing de influência.

Equipe de Sucesso do Cliente

Equipe de Sucesso do Cliente em KingHost
Trabalhamos para que o cliente atinja o sucesso do seu negócio.

Comentários

comentário(s)