Como funciona um servidor VPS?


Você sabe como funciona um servidor VPS? Vamos te explicar em detalhes tudo que você precisa saber.

Escolher um servidor para hospedar seus site e aplicações é uma tarefa bastante importante e que exige pesquisa para entender como funciona cada uma das opções antes de migrar.

Por isso, no post de hoje, vamos explicar em detalhes todo o funcionamento de uma das opções mais buscadas por empresas que desejam escalar seus recursos e melhorar a performance das suas aplicações.

A ideia deste conteúdo é trazer informações para simplificar como funciona um servidor VPS com um conteúdo rápido, direto e bastante didático. Vamos juntos nessa?

Se você quiser saber o que é um VPS temos um conteúdo completo sobre o assunto. Confira aqui.

Como funciona um servidor VPS?

A sigla VPS significa Virtual Private Server ou Servidor Virtual Privado. Um servidor VPS é um servidor dedicado dividido em várias partes, cada uma delas atuando como um servidor individual.

Mas o que isso quer dizer na prática? Em uma analogia, pense neste grande servidor como um edifício com muitas salas, cada sala tem seus recursos próprios e que não são compartilhados com outras salas do edifício.

É assim que funciona um servidor VPS, em que cada parte deste servidor físico extremamente robusto e com grande capacidade de recursos é dividido em partes menores, cada uma delas é um servidor VPS, que isoladamente tem comportamento e performance de um servidor.

Como funciona um servidor VPS

Assim como as salas de um edifício, cada servidor VPS é independente um do outro, ou seja, cada cliente só pode acessar seu próprio servidor VPS e os recursos alocados, como memória RAM, armazenamento e processador são de uso exclusivo da sua aplicação.

Ao contratar um servidor VPS você recebe acesso root, o que significa ter acesso total para realizar configurações, instalações e personalizações como quiser em seu servidor.

Com este acesso você tem autonomia para gerenciar da maneira que desejar todas as configurações e pode hospedar sites, sistemas e qualquer tipo de aplicação que desejar.

Assim como quando sua empresa cresce o número de funcionários e precisa de um lugar maior para acomodar todos com tranquilidade e comprar um prédio inteiro para sua empresa se tornaria caro demais. Dessa forma vale mais a pena alugar uma sala maior ou um andar inteiro em um prédio, não é mesmo?

O mesmo vale para um servidor VPS, em que sua empresa garante um espaço maior, com mais recursos e liberdade sem a necessidade de comprar um servidor dedicado.

Como funciona a virtualização de um servidor VPS?

Mas como tudo isso é possível? Através de um processo chamado virtualização, os recursos de um servidor são divididos em partes menores, criando assim diversos servidores virtualizados.

Para realizar a virtualização de um servidor, existem quatro principais sistemas de virtualização usados para isso: OpenVZ, KVM, VMware e Hyper-V.

Essas ferramentas realizam o particionamento de um servidor físico criando vários servidores virtuais. A virtualização permite que cada servidor virtual executa várias instâncias do sistema operacional ao mesmo tempo.

Quando é migrar de uma hospedagem compartilhada para um VPS?

De maneira resumida, o ponto mais importante para considerar a migração de uma hospedagem compartilhada para um servidor VPS é o desempenho. A maioria das migrações ocorre quando os recursos disponíveis em um plano compartilhado já não são mais suficientes para manter a performance da sua aplicação satisfatória.

Atingir os limites de recursos do seu plano de hospedagem influencia diretamente na performance que sua aplicação terá e pode causar uma série de prejuízos ao seu negócio, como queda de vendas, afetar seu posicionamento no Google e custos e até perda de dados.

Não existe receita de bolo que determine a hora exata de trocar uma hospedagem compartilhada por um servidor VPS, mas algumas situações são sinais de que é hora de pensar em migrar para um servidor VPS.

  • Sua aplicação recebe cerca de 100 a 200 acessos diários.
  • Aumento significativo na sua taxa de rejeição do seu site.
  • O tempo de carregamento das páginas está aumentando cada vez mais
  • Seu site está perdendo posições nos buscadores em virtude da lentidão do site.

É muito importante salientar que estes pontos são apenas sugestões e que o desempenho do seu servidor é um dos pontos que pode estar ocasionando cada um deles. É recomendado que você analise constantemente o desempenho das sua aplicações para entender melhor o que pode estar causando a queda na performance.

Agora você já sabe como funciona um servidor VPS e todo o processo de virtualização. Também já sabe que se precisar de mais recursos para seus projetos o VPS é uma ótima opção.

Que tal agora conhecer mais a solução de VPS da KingHost?

Servidor VPS

Vinícius Pereira

Analista de Conteúdo em KingHost
Graduado em Marketing, membro do time da KingHost. Apaixonado por marketing de conteúdo e Rock N' Roll.
Vinícius Pereira

Comentários

comentário(s)