Planejamento de uma empresa: O guia para o sucesso do seu negócio!


O planejamento de uma empresa requer muito mais do que metas e lançamentos de produtos. 

Antes dessa etapa chegar, é importante entender como está a parte financeira e estratégica do negócio. 

Com isso devidamente entendido, faça uma análise dos seus resultados, para identificar o que a empresa conquistou durante o ano, ou mês caso seja um planejamento mensal. 

Quer ouvir o post na íntegra? Clique no play abaixo.

A partir dessa visão, entenda como foi o resultado, o que funcionou e o que não funcionou. Um bom plano de negócios se trata exatamente disso, da análise de ações. 

A dica é usar três pontos como guia e desenvolver os próximos passos a partir disso, que são:

  • Planejamento estratégico; 
  • Planejamento financeiro; 
  • Planejamento de conteúdo. 

Dentro de cada um dos planos acima existem técnicas e processos que vão contribuir para o negócio, independente da área de atuação. A adaptação é totalmente livre. 

Para saber mais detalhes de como fazer o planejamento de uma empresa, confira abaixo o guia completo, dividido em três partes, que preparamos. Aproveite!

[Complemente seu estudo sobre Planejamento de uma Empresa com o vídeo abaixo. Aperte no play e assista agora!]

Passo 1: Planejamento estratégico

O planejamento estratégico será o norteador dos seus projetos. É com ele que você vai sistematizar as tarefas e encontrar o ponto de partida. 

Mas, antes de reunir a sua equipe e analisar os números, se faça as seguintes perguntas:

  • Onde a empresa está agora?
  • Onde quero chegar com ela?
  • O que fazer para atingir a meta?

A estratégia vai depender de uma coisa que falta em diversas pessoas que empreendem: a visão de negócio. 

Ser realista nessa etapa é fundamental para montar os próximos projetos, por mais que algumas realidades não sejam otimistas.

Uma das forma de trabalhar com o planejamento de uma empresa focada em estratégia, é usar o modelo de 4 etapas, que começar por:

  • Definição de missão, visão e valores;
  • Objetivos estratégicos;
  • Objetivos táticos;
  • Objetivos operacionais (ou plano de ação).

É comum alguns locais pensarem que para crescer é necessário inovar, criar um site e digitalizar o local.

Ações desse tipo são sim muito eficientes e necessárias, porém exigem estudo e conhecimento de como o negócio está. 

Para garantir que o seu negócio vai traçar o caminho certo, baixe GRÁTIS o Kit de Ferramentas de Planejamento Estratégico clicando no banner abaixo:

Banner KingHost Kit de Ferramentas para Planejamento Estratégico

Missão, visão e valores

Missão, visão e valores são os agentes norteadores de toda a empresa e devem ser estabelecidos no momento em que você decide fazer a abertura dela. 

Mas por que isso é importante? Porque determina a forma como o negócio se posiciona no mercado, impactando na sua estratégia de marca e, consequentemente, no seu branding

Neste sentido, cada um dos ítens será usado como diretriz para alcançar os objetivos do local, usando como orientação: 

  • Missão: A razão da empresa existir, o propósito;
  • Visão: Onde deseja chegar a longo prazo, seu desejo de conquista; 
  • Valores: Guia de conduta, que são os princípios da organização e tudo aquilo que acredita.

Objetivos estratégicos

Dentro do planejamento de uma empresa, os objetivos estratégicos são usados para a determinação de metas mais amplas. 

Para que essa etapa tenha o devido aproveitamento, é importante que você já tenha definido a missão e a visão, que serão os elementos para desenvolver esse e os demais objetivos. 

[Entenda como a aplicação de OKR’s pode ajudar a tornar a sua empresa mais ágil!] 

Objetivos táticos

Para conquistar as suas metas e outros focos da empresa, é importante olhar para os objetivos táticos, que são os detalhes da organização. 

Procure construí-los de uma forma clara, permitindo que todos os setores da empresa façam uso dele para também estabelecer e alcançar seus objetivos estratégicos.  

Objetivos operacionais (planos de ação)

A última parte do processo é o plano de ação, o momento de fazer na prática tudo o que foi organizado até agora. 

Esta metodologia é um tipo de organização usada para a definição de metas e objetivos, baseada em atividades a serem feitas apontando os responsáveis e o acompanhamento de cada uma delas. 

Com todos os objetivos traçados, uma etapa do planejamento de uma empresa foi concluída. 

Mas não esqueça que ainda existem outras duas partes que merecem atenção e que você confere abaixo! 

[Entenda como Preparar a sua Empresa para o Fim de Ano sem perder oportunidades. Aperte no play e descubra agora!]

Passo 2: Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é um dos pontos mais delicados de uma organização, tendo a sua efetividade dentro de uma gestão de número centralizada. 

O segredo de uma área financeira segura é um acompanhamento cuidadoso com custos, despesas e receita do local

Atividades como essa, apesar de simples, são deixadas de lado em alguns negócios, o que pode ser comprometedor para a saúde financeira de um empreendimento. 

E como ter isso controlado dentro de uma empresa? De duas formas, uma delas é seguir os passos que preparamos abaixo e a outra forma é baixando o Kit de Planejamento Financeiro.

No material gratuito você terá acesso a uma Planilha de DRE e um ebook de Gestão Financeira para Negócios. Clique no banner e baixe agora.

Entenda onde e como a empresa está 

O planejamento de uma empresa vai andar lado a lado com o setor financeiro, já que é a área responsável por cuidar das movimentações do negócio. 

Por consequência disso, é importante realizar protocolos de organização, para entender como o local está e, assim, realizar levantamento de informações.

O ideal é construir uma lista e entender o que são custos, despesas, investimentos e gastos não operacionais, para conseguir entender como e quanto a empresa está conseguindo faturar. 

Confira abaixo o que diferencia cada um desses itens e aprenda a realizar um plano financeiro realmente eficiente:

Custos: Todos os gastos que são relacionados a custos de produção, usados para obtenção do seu serviço ou produto, são considerados custos dentro de uma empresa. Exemplo: Matéria-prima, aluguel ou seguros. 

Despesas: As despesas podem ser fixas ou variáveis e estão ligadas a manutenção da empresa. Exemplo: Salários (despesas fixas), comissões de vendas e impostos sobre faturamento (despesas variáveis).

Investimentos: São todos os gastos focados na realização de benefícios para o futuro. Exemplo: Compra de cursos e treinamentos. 

Gastos não operacionais: Orçamentos não previstos pelas empresa, mas que são necessários para manter as atividades. Exemplo: Troca de equipamento.

Com os itens determinados, você já consegue ter uma boa visão de como a empresa está. 

Se for preciso, crie categorias para cada uma das despesas usando o próprio Excel. 

O importante é reunir as informações para conseguir realizar ter um DRE (Demonstrativo de Resultado de Exercício) claro, para entender seu lucro líquido. 

Faça uma análise das possibilidades 

A análise de possibilidades serve para identificar seus problemas e as ações que não estão dando retorno para a empresa. 

Ou seja, é uma observação para determinar prioridades e acabar com o que não está mais sendo eficiente quanto estratégia de negócio. 

Essa também é a etapa de planejar novos projetos, como a digitalização do seu negócio, por exemplo, que, apesar de não exigir um grande investimento, envolve sim um planejamento financeiro. 

Colocar o seu negócio na internet vai fazer com que atraia mais clientes e se torne uma referência no mercado. 


Comece a sua digitalização para alcançar ainda mais sucesso ou confira o checklist que preparamos mostrando o passo a passo para chegar nessa etapa.

[Checklist de Como Digitalizar seu Negócio! Baixe o material GRÁTIS e comece a vender online agora.] 

Use o método 5W2H para traçar metas

Pesquisando sobre o planejamento de uma empresa, você vai encontrar diversos métodos que envolvem o processo, um deles é o 5W2H, que se trata de uma ferramenta para organização financeira e empresarial. 

Baseado em responder a 7 questionamentos, a técnica busca aprofundar as metas da empresa a partir de uma plano de ação com perguntas, os 5 W’s e os 2H’s, que são: 

1. What (qual): Qual é a meta da empresa?

2. Who (quem): Quem será responsável por ela?

3. Where (onde): Onde irá acontecer?

4. When (quando): Quando será?

5. Why (Por que): Por que ela é importante para o negócio??

6. How (Como): Como a ação será executada para atingir a meta?

7. ?How much (Quanto custará):

Acompanhamento com PDCA

?O PDCA é outro método que pode ser usado para planejamento financeiro e que está diretamente ligado ao 5W2H, já que influencia na estratégia da sua empresa. 

Essa ação funciona como um mecanismo interativo, dividido em quatro partes, que são:

  • Plan: Planejar;
  • Do: Fazer;
  • Check: Checar;
  • Act: Agir.

Seu objetivo é simples: garantir o máximo de aprendizado e aplicação de ações para o negócio.

Além de desenvolver um constante olhar analítico do que está funcionando ou não, esse tipo de planejamento pode ser usado por profissionais autônomos, empresas de tecnologia, lojas e diversos outros tipos de empreendimentos. 

Parte 3: Planejamento de marketing e conteúdo 

Chegamos à última parte para fazer um planejamento de uma empresa. Para amarrar toda a estratégia, é essencial olhar para o seu marketing e o conteúdo desenvolvido por ele. 

É muito difícil uma empresa chegar tão longe sem estratégias de marketing para atrair clientes e divulgar os serviços da marca, já que influencia diretamente na relevância do negócio. 

Para desenvolver um plano eficiente, nós recomendamos que, em primeiro lugar, baixe o Checklist de Marketing, para entender em que momento você está. 

Em seguida, confira alguns tipos de planejamento que podem ajudar a alcançar a ascensão da sua empresa no mercado. 

Plano de marketing por níveis

Marketing é uma área que pode ser considerada estratégica e criativa ao mesmo tempo. 

Tendo esse pensamento, podemos dividir seu planejamento em 3 tipos e níveis de gestão. 

Essa divisória vai garantir mais organização e precisão das tarefas, que vão refletir nos resultados. Nesse sentido, podemos considerar os seguintes tipos:  

  • Plano de Marketing Estratégico: Usado para traçar objetivos a longo prazo e estratégias mais amplas; 
  • Plano de Marketing Tático: Trabalha com precisão e detalhamento de cada ação. Normalmente é usado para marketing de conteúdo;
  • Plano de Marketing Operacional: É usado para definições do dia a dia, olhando para cada estratégia definida, inclusive de curto prazo, assim como cronograma de redes sociais e outras definições específicas. 

Essa é uma das formas como as empresas estão se preparando para o futuro. 

Trabalhar por níveis pode ser ótimo para qualquer negócio, especialmente para aqueles que não tem uma área de marketing tão forte ainda. 

Faça um teste com esse plano de ação ajustando o que for preciso, anotando o que deu certo e errado. Somente assim você vai conseguir alcançar bons resultados. 

Planejamento de marketing com foco em estratégia

Algumas pessoas pensam que marketing se trata apenas da parte criativa, mas não é bem assim. Para existir a criação, é necessário pensar e analisar a estratégia. 

Quando você pensa na tática da sua estratégia, existe uma chance muito maior de gerar bons resultados porque está se baseando em algo real, a partir de número e observação, não somente de ideias. 

Para as empresas que trabalham com email marketing ou produção de conteúdo, por exemplo, a análise a partir de ferramentas, como o Google Analytics, são essenciais para os resultados, inclusive de aquisição e geração de receita. 

Com a interpretação de dados, conhecimento da sua persona e o objetivo principal da empresa traçado, já é possível desenvolver ações voltadas ao marketing de estratégia. 

Mas, claro, o ideal é que você tenha uma equipe interna para cuidar de cada passo, como o desenvolvimento de escrita copywriting, o uso de técnicas de SEO e, claro, o uso de redes sociais

Vale lembrar que, mesmo com um planejamento de marketing, um site ainda é a melhor fonte de conseguir relevância no mercado e o aumento de vendas, por ser algo mais seguro e estável para o negócio. 

Veja como a criação de site é capaz de crescer 35% das suas vendas. Clique aqui e baixe o ebook GRÁTIS com dicas para usar no seu negócio! 

Banner-Caso de Sucesso- Faça seu site crescer 35% mais-KingHost

Plano de marketing por campanhas

As campanhas são aliadas fortíssimas para o planejamento de uma empresa, independente do seu tamanho.

Por ser uma tarefa operacional, ela é responsável por atrair público e vendas a curto prazo. 

Este, inclusive, é um excelente ponto para considerar sempre que for trabalhar em uma ação: esforço vs tempo de trabalho. 

Se você montou uma campanha e percebeu que vai exigir muito trabalho para um retorno pequeno, é recomendado que não toque no projeto. 

Faça modificações ou comece de novo. Não vale a pena focar em algo que não vai gerar grandes resultados e, ainda por cima, exige muito esforço da equipe.   

Para entender melhor esse processo, você pode ir documentando os processos e anotar o quanto cada atividade vai exigir da equipe. 

E lembre-se de permanecer vinculado aos planos estratégicos traçados pela empresa. O marketing precisa trabalhar lado a lado com as metas do negócio. 

Bônus: Conte com um site para fazer a empresa crescer! 

Você já entendeu que o planejamento de uma empresa vai influenciar várias áreas do negócio. E o que vai mantê-lo de pé, mesmo em momentos difíceis, é o uso de um site. 

Um website não é somente uma forma de estar presente no mercado, mas de garantir seu funcionamento a todo custo, impedindo que problemas impeçam seu negócio de vender. 

Além disso, por meio de um site, é possível reduzir custos de exposição de produtos, podendo usar a mesma verba para outros pontos de necessidade. 

Não perca mais oportunidades e faça a sua Hospedagem de Sites com a KingHost com migração grátis. Aperte no banner abaixo e ganhe 70% de desconto! 

banner hospedagem de sites kinghost por R$9,50, com botão em verde escrito contratar, ao lado de um homem branco, com camisa azul, segurando um tablet e sorrindo


Gabriela da Silva

Comentários

comentário(s)