☁️ Hospedagem Cloud e VPS - Alta performance para seus projetos com desconto imperdível 💰

Kinghost | Blog

Vulnerabilidade digital: 7 dicas de como proteger seu negócio

Publicado em 18/04/2024

Atualizado em 18/04/2024
Vulnerabilidade digital: 7 dicas de como proteger seu negócio

Sua empresa tem alguma vulnerabilidade digital? É preciso ter atenção a todos os detalhes quando se trata de segurança, pois ninguém está imune às ameaças online.

Um exemplo disso ocorreu no último ano, quando a OAB sofreu um ataque hacker e, como medida de segurança, o órgão precisou retirar o site e sistemas do ar por 48 horas.

Nesse contexto, é possível afirmar que, ao mesmo tempo em que a internet oportuniza diversas vantagens, também impõe alguns desafios, como manter a segurança do negócio sempre em dia.

Para te ajudar nessa missão, neste artigo, você confere:

  • O que é vulnerabilidade digital?
  • Quais são os tipos de vulnerabilidade digital?
  • Dicas de como proteger seu negócio

Boa leitura!

O que é vulnerabilidade digital?

Vulnerabilidade digital é como chamamos a fragilidade em sistemas, redes, dispositivos ou aplicativos. Essa fragilidade pode ser explorada e comprometer a segurança e integridade de dados.

Além disso, as vulnerabilidades podem ser resultado de falhas de design, configuração inadequada, falta de atualizações de segurança, erros humanos, entre outros.

Sobre o risco de exploração, existem diversos tipos de ataques, aos quais um sistema ou site vulnerável está sujeito. Desde comprometimento, roubo de dados, interrupção do serviço ou outros tipos de danos.

Essas vulnerabilidades podem ser exploradas por diversos tipos de ataques cibernéticos, como malware, phishing, ataques de negação de serviço (DDoS) e injeção de SQL. Ou seja, quando um sistema ou site é vulnerável, ele está sujeito a comprometimento, roubo de dados, interrupção do serviço ou outros tipos de danos.

Quais são os tipos de vulnerabilidade digital?

As vulnerabilidades digitais podem ocorrer de várias formas e em diferentes áreas do ambiente digital. Por isso, é necessário saber identificar quais os tipos de vulnerabilidades, para assim trabalhar em ações de correção e prevenção. 

Na sequência, você confere os tipos mais comuns de vulnerabilidades digitais:

  • Vulnerabilidades de software: ocorrem quando há falhas de segurança em sistemas operacionais, aplicativos, bibliotecas de software ou plugins. São alguns exemplos, os bugs de programação, falhas de design ou falta de atualizações de segurança.

  • Vulnerabilidades de rede: envolvem fraquezas na infraestrutura de rede, como roteadores, firewalls ou switches, que podem ser exploradas por invasores para acessar sistemas internos ou interceptar comunicações.

  • Vulnerabilidades de configuração: muitas vezes, os sistemas são comprometidos devido a configurações inadequadas, como permissões excessivas, senhas fracas, portas abertas desnecessariamente ou políticas de segurança mal configuradas.

  • Vulnerabilidades de hardware: ocorrem quando  há falhas físicas em dispositivos, como computadores, servidores ou smartphones, que podem ser exploradas para comprometer a segurança do sistema.

  • Vulnerabilidades de aplicativos da web: aplicativos da web podem ter falhas de segurança, como injeção de SQL, cross-site scripting (XSS), cross-site request forgery (CSRF) ou vulnerabilidades de desvio de autenticação, que podem ser exploradas por invasores para comprometer a segurança do sistema ou roubar dados.

  • Vulnerabilidades de criptografia: envolvem o uso inadequado ou a implementação incorreta de algoritmos criptográficos, o que pode levar a vazamentos de dados ou comprometimento da confidencialidade das informações.

  • Vulnerabilidades sociais ou humanas: exploram a natureza humana, como engenharia social, phishing, spear phishing ou ataques de manipulação psicológica, para enganar os usuários e obter acesso não autorizado a sistemas ou informações confidenciais.
Leia também: Segurança De Email — Como Proteger Sua Empresa Contra Phishing E Outros Ataques?

Dicas de como proteger seu negócio

Para proteger seu negócio contra a vulnerabilidade digital, é preciso criar um ambiente seguro, por meio de ações que visem diminuir os riscos de invasão. Confira algumas dicas essenciais de segurança:

1. Mantenha seus softwares atualizados

Manter todos os softwares, incluindo seu sistema operacional, servidor web, CMS (como WordPress, Joomla, Drupal), aplicativos e plugins, atualizados é fundamental para garantir a segurança do seu site. 

Isso porque, as atualizações muitas vezes trazem correções de segurança para vulnerabilidades conhecidas, tornando mais difícil para os invasores explorarem brechas.

2. Use senhas fortes e autenticação de dois fatores

Senhas fortes são importantes na defesa contra invasões. Por isso, garanta que suas senhas sejam longas, complexas e únicas para cada conta. Você pode usar um gerenciador de senhas, para que não seja necessário memorizar esses acessos.

Além disso, ativar a autenticação de dois fatores adiciona uma camada extra de segurança contra a vulnerabilidade digital. Assim, além da senha, você terá também a autenticação, com um código enviado para o seu celular, por exemplo.

Leia também: 12 dicas para criar uma senha forte e segura para proteger seus dados na internet

3. Faça backups regulares dos seus dados

Apesar de todas as ações preventivas, os incidentes de segurança podem ocorrer. É por isso que é essencial fazer backups regulares dos seus dados. 

Nesse sentido, mantenha cópias dos seus arquivos, banco de dados e configurações em um local seguro, fora do servidor principal.

4. Utilize certificado SSL

O certificado de segurança SSL cria uma conexão criptografada entre o servidor e o navegador do usuário, garantindo que os dados transmitidos entre eles permaneçam privados e seguros. 

Ele é aquele cadeado que aparece ao lado do endereço de alguns sites e serve para proteger as informações dos seus visitantes contra a vulnerabilidade digital. Além disso, ele também ajuda a melhorar o seu ranking nos resultados de pesquisa do Google.

5. Implemente medidas de segurança contra ataques de negação de serviço (DDoS)

Ataques de negação de serviço podem deixar seu site inacessível ao sobrecarregar seus servidores com um volume massivo de tráfego falso. 

Assim, para se proteger contra esse tipo de ataque, procure usar serviços de mitigação de DDoS ou configurar firewalls como o WAF, que possam identificar e bloquear tráfego malicioso.

Você conhece o WAF?

WAF (Firewall de Aplicações Web) é uma ferramenta de segurança que tem a função de proteger aplicativos ou sites da web. Nesse sentido, o WAF atua como uma barreira entre o site e a Internet, filtrando e monitorando o tráfego HTTP entre eles. Quem tem o site na KingHost, consegue ativar a ferramenta diretamente no Painel de Controle.

Saiba mais: O que é WAF e qual sua importância na segurança de um site?

6. Monitore atividades suspeitas

Observe atividades incomuns no seu site, como acessos não autorizados, tentativas de login repetidas ou alterações não autorizadas nos arquivos, pois estas podem indicar uma vulnerabilidade digital. 

Para isso, você pode usar ferramentas de monitoramento de segurança que alertem sobre possíveis violações e permitam uma resposta rápida para mitigar os danos.

7. Conscientize suas equipes

Forneça treinamento regular em segurança na internet para funcionários e usuários, destacando práticas seguras de navegação, reconhecimento de phishing, manuseio seguro de dados confidenciais e outras questões relacionadas à segurança digital.

Assim, você previne seus times contra vulnerabilidades e diminui os riscos de um ataque ou qualquer ação de criminosos virtuais.

Mantenha seu negócio seguro

Proteger seu site contra vulnerabilidades digitais é uma responsabilidade contínua que exige cuidado e a utilização de boas práticas de segurança. 

Ao seguir estas dicas, você estará fortalecendo as defesas do seu site e reduzindo significativamente o risco de ser vítima de ataques cibernéticos.

Lembre sempre da importância de utilizar serviços confiáveis, tanto para emails da empresa, como site e outras soluções digitais.

Leia também: Proteção para o seu negócio: Guia completo para uma hospedagem segura de sites

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

foto perfil

Daiane

Daiane Corrente

Analista de Marketing de Conteúdo na KingHost. Bacharel em Publicidade e Propaganda pela UNIJUÍ, com especialização em Marketing pela USP.

Daiane

Daiane Corrente

Analista de Marketing de Conteúdo na KingHost. Bacharel em Publicidade e Propaganda pela UNIJUÍ, com especialização em Marketing pela USP.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Você pode até não perceber, mas as aplicações web já se tornaram parte da sua rotina. Diariamente, você acessa informações, realiza negócios e se comunica por meio dessas aplicações. Isso mesmo, desde plataformas de e-commerce que facilitam compras online até redes sociais que conectam bilhões de pessoas globalmente, as aplicações web desempenham um papel fundamental...
Gerenciar um negócio, independente do segmento, não é uma tarefa fácil. Além de garantir que a atividade-fim da empresa seja realizada da forma adequada, você precisa se preocupar com todos os outros detalhes relacionados ao trabalho diário: burocracias, financeiro, recursos humanos… Por isso, buscar uma gestão mais eficiente diariamente é essencial. Veja bem: você já...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você