🚀 Conexão kInghost: Aulas online e gratuitas para fazer o seu negócio evoluir no digital 💰

Kinghost | Blog

Introdução Ao Google Analytics 4 — Guia Passo A Passo Para Iniciantes

Confira, neste guia, como usar o Google Analytics 4, desde a configuração da conta até a interpretação de relatórios. Compreenda melhor seu tráfego, otimize seu site e melhore suas estratégias de marketing digital.
Publicado em 21/06/2024

Atualizado em 21/06/2024
Introdução ao Google Analytics 4 — Guia Passo a Passo para Iniciantes

O mundo digital de hoje é bastante competitivo e, nesse cenário, compreender o comportamento dos visitantes em um site é fundamental para o sucesso de todo negócio online. Seguindo essa tendência, o Google Analytics deu lugar ao Google Analytics 4, uma versão atualizada da ferramenta.

O GA4 é essencial para o monitoramento de sites, já que oferece insights valiosos sobre o tráfego das páginas e a eficácia das estratégias de marketing digital. Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura deste guia especial e confira:

  • o que é Google Analytics 4 e para que ele serve;
  • passo a passo para começar a usar o Google Analytics 4.

Boa leitura!

O que é Google Analytics 4 e para que ele serve?

O Google Analytics 4 é uma ferramenta de análise web oferecida pelo Google que ajuda você a entender como os visitantes interagem com seu site. Ao utilizá-la, é possível visualizar uma variedade de informações sobre o tráfego da página, incluindo:

  • número de visitantes;
  • páginas mais visitadas;
  • duração das sessões.

Ter acesso a essas informações permite otimizar o desempenho do site e melhorar suas campanhas de marketing digital. No entanto, é preciso desmistificar a coleta e a análise de dados, e é isso que faremos a seguir.

Confira o passo a passo para começar a usar o Google Analytics 4

Para ajudar você a começar a usar essa ferramenta, separamos 5 passos para configurar e você saber como usar Google Analytics.

Leia também: Indicadores de Desempenho: o que é e por que analytics é tão importante

Passo 1: Crie sua conta no Google Analytics

O primeiro passo para começar a usar o GA4 é criar uma conta, que precisa ser do Google. Além disso, é importante que você a acesse regularmente, pois receberá notificações importantes por email que precisarão de sua atenção. Mais tarde, você poderá conceder acesso ao Google Analytics a outros usuários se necessário.

Então, faça login com sua Conta Google e acesse o site do Google Analytics 4 para iniciar a configuração. Será preciso decidir se o perfil será usado para monitorar um website ou um aplicativo para dispositivos móveis.

Durante a configuração, você precisará:

  • acessar https://analytics.google.com;
  • selecionar “Administrador”, clicar em “Criar” e, em seguida, selecionar “Conta”;
  • nomear sua conta;
  • definir as configurações de compartilhamento de dados para controlar quais informações você quer compartilhar com o Google;
  • clicar em “Próxima” para criar a primeira propriedade da nova conta, onde serão inseridos categoria, fuso horário e fluxo de dados.

Passo 2: Instale o Código de Acompanhamento

Depois de configurar o seu fluxo de dados, você precisará iniciar a coleta de dados com a tag, conhecida como gtag. Ela permite que seu site se comunique com o GA 4 e envie dados para monitoramento.

Com a gtag ativada, você poderá ver informações detalhadas sobre o comportamento dos visitantes do seu site e as fontes de tráfego, entre outros dados. Você também vai receber um ID de Acompanhamento específico, que começa com “UA-”, para cada conta.

Há duas maneiras principais de instalar sua tag de acompanhamento do Google Analytics 4:

  • pelo método direto, no qual você pode adicionar a tag diretamente na seção <head> de todas as páginas do seu site. Ele também envolve enviar alguns parâmetros adicionais para criar eventos na plataforma;
  • por meio do Google Tag Manager, que permite que você gerencie todas as tags do seu site, incluindo a criação de eventos, sem mexer diretamente no código do site.

Antes de publicar as alterações, você pode usar um modo de visualização para testar as tags, garantindo que tudo esteja configurado corretamente.

Google Analytics 4 — Código de Acompanhamento

Passo 3: Utilize o Google Tag Assistant para conferir a sua tag

Além de instalar a tag do Google Analytics 4, é preciso conferir se ela está funcionando bem. Após adicioná-la ao seu site, use o Google Tag Assistant, uma extensão para Google Chrome, para verificar se tudo está em ordem. Você poderá ver quais tags estão ativas e se há algum erro que precisa ser corrigido. Prático, não é?

Google Analytics 4 — Google Tag Assistant

Passo 4: Configure as propriedades e gerencie os usuários

Quando se trata de configurar o Google Analytics 4 (GA4) para o seu site, a abordagem deve ser altamente personalizada, pois cada um tem suas próprias características e necessidades específicas. Em vez de adotar uma estrutura padrão, o ideal é configurar uma propriedade e um fluxo de dados que melhor se adequem às particularidades do seu caso.

Para começar essa configuração, é recomendável seguir um processo com várias etapas, como definir os parâmetros de coleta de dados, configurar eventos específicos do site e garantir que todos os pontos de coleta de dados estejam corretamente implementados para capturar as informações necessárias.

Conheça a interface do Google Analytics 4

Depois desses passos, você verá um dashboard com várias opções. Entre as mais importantes estão:

  • tempo real, que monitora a atividade no seu site;
  • aquisição, que mostra como os visitantes chegam à sua página;
  • engajamento, que analisa o comportamento dos visitantes em seu site;
  • monetização, que rastreia as conversões e eventos alcançados.

No entanto, esses fatores podem ser personalizados conforme suas necessidades. Dessa forma, os relatórios do GA4 oferecem insights valiosos e saber ler e interpretar essas informações ajuda a conhecer o desempenho do seu site e a identificar áreas para melhorias.

Passo 5: Crie eventos e configure o módulo de e-commerce

Dependendo de como você instalou o Google Analytics 4, os eventos podem ser configurados diretamente no site ou por meio do Google Tag Manager. Se você tem uma loja virtual, pode ativar o módulo de e-commerce para ver dados de vendas diretamente no Analytics. Certifique-se de configurar corretamente os parâmetros de vendas, como:

  • produto;
  • preço;
  • quantidade.

Bônus: Integre e ative o remarketing

Se você veicula anúncios com o Google Ads, não esqueça de vincular sua conta do Google Analytics 4 para maximizar suas campanhas e ter uma visão completa do ciclo do cliente. Também é importante ativar o remarketing desde o início, criando seu primeiro público-alvo. Isso permite preparar o terreno para futuras estratégias de anúncios e facilita o alcance de pessoas que já visitaram seu site.

O GA4 também permite que você:

Conheça também: Conexão KingHost: palestras online e gratuitas com o melhor conteúdo para o seu negócio

Agora que você já sabe como dominar essa ferramenta, está um passo mais perto de transformar dados brutos em insights acionáveis que impulsionarão o sucesso do seu site.

Quer ter relatórios cada vez mais robustos com o Google Analytics 4? Seu site precisa ser atrativo, manter seus visitantes engajados e adequado às expectativas e necessidades do seu público alvo. Para fazer tudo isso, confira nosso ebook gratuito “Como preparar o seu site para receber muitos acessos?” e comece agora mesmo!

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Criar um e-mail de cobrança é uma estratégia necessária quando se lida com inadimplência. Nesses momentos, a empresa deve ter cuidado para evitar cobranças indelicadas, que possam constranger o consumidor. Ao mesmo tempo, precisa convencer a pessoa a resolver logo o impasse. Por isso, é uma tarefa delicada. Neste artigo, vamos explicar como redigir um...
A assinatura de email pode ser uma das primeiras impressões que você transmite para outra pessoa, pois ela também é parte importante de uma mensagem online. Algo tão simples, mas que merece atenção, pois existem muitos detalhes que envolvem a criação de uma boa assinatura de email. Por isso, neste artigo, você vai entender um...
Você certamente já passou pela frustração de abrir um site que demora uma eternidade para carregar. Então, sabe como isso é irritante, não é mesmo? Se preferir ouvir o conteúdo, é só clicar no play! Com isso, sabe que a velocidade do site desempenha um papel fundamental na experiência dos usuários e no sucesso do...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você