Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.

TDC 2020: saiba como ser um palestrante


O que parecia tão distante finalmente aconteceu. 2020 está aí e com ele muitas metas e vontade de crescer na carreira. Se palestrar em um grande evento é um dos seus objetivos para 2020, leia com atenção este texto. Separei dicas preciosas para você descobrir como ser um palestrante no The Developer’s Conference (TDC), um dos maiores eventos de desenvolvimento de software do Brasil. Vamos lá?

Desenvolvendo sua comunidade

Antes das dicas, importante reforçar: passando seu conhecimento adiante, você não desenvolve apenas suas habilidades de comunicação e avança na sua carreira, mas também contribui para o crescimento de toda a comunidade.

Já imaginou que legal ensinar algo novo para centenas de pessoas, ou ainda inspirar outros a também começar a palestrar? Pense nisso.

Você não precisa saber programar

Esse é um engano comum. Muita gente acredita que, por se tratar de um evento sobre desenvolvimento, apenas programadores podem participar. É mito! O TDC possui trilhas variadas, permitindo que um profissional de Recursos Humanos ou de Marketing, por exemplo, também possa contribuir. Alguns exemplos de temas são: Gestão Ágil, Diversidade, Análise de Negócios, Acessibilidade, Carreira, entre outros.

Como enviar minha palestra?

Para selecionar as palestras, o TDC utiliza uma plataforma bastante conhecida no mundo dos eventos: o Call4Papers. Para participar, você precisará escolher um tema (necessariamente vinculado a uma das trilhas), criar um título e uma descrição, e submeter sua ideia pelo site do evento. Sua proposta será então avaliada pelos coordenadores da trilha. Uma curiosidade: os coordenadores também são escolhidos dentro da comunidade, por meio de um processo similar chamado Call4Trilhas. Legal né?

Como escolher o tema?

A grande dica é analisar com calma as trilhas do evento e a grade de palestras das edições anteriores. Enquanto faz essa revisão, você deve pensar não apenas em qual tema tem mais a ver com você e sua trajetória, mas também em qual assunto está sendo mais procurado atualmente. Além disso, por razões óbvias, evite submeter uma palestra muito parecida com alguma já escolhida na edição anterior.

Dica bônus: quanto mais palestras você enviar, mais chances você tem de ser selecionado. Você pode, por exemplo, enviar mais de uma palestra, semelhantes, para a mesma trilha, ou mandar a mesma palestra para trilhas diferentes (fazendo as adaptações necessárias).

Como ser um palestrante? Invista tempo na criação do título e das descrições

Um texto claro e sem erros gramaticais é fundamental, mas nem sempre é o suficiente para que sua palestra seja selecionada. Descubra, nas dicas abaixo, outros aspectos que são levados em conta na avaliação.

Título

É claro que o título deve passar a ideia do conteúdo da palestra, mas não é só isso. Ele também precisa ser “vendedor”. Em outras palavras, precisa ser um título de impacto, que se destaque do restante da grade, chamando a atenção dos participantes no dia do evento. Afinal, você quer que tenha público no auditório quando for falar.

Descrição simplificada

Caso sua palestra seja aprovada, essa é a descrição que o público do evento irá ler como resumo. Ou seja, é a partir desse texto que os participantes vão escolher ou não assistir ao seu conteúdo. Então capriche!

Descrição detalhada

A descrição detalhada é o texto que os coordenadores de trilha irão ler para aprovar ou não sua palestra. Além de um resumo geral do conteúdo, é importante falar nesse texto sobre o tipo de dinâmica da sua palestra.

Ou seja, você vai mostrar um código? Vai usar uma apresentação de slides? Vai precisar de um quadro branco?

É interessante que você também cite os pontos-chave da palestra. Assim, os avaliadores vão ter uma ideia do começo, meio e fim da sua fala.

Eu explico: o conteúdo necessariamente tem introdução, desenvolvimento e conclusão; você vai enumerar os itens mais importantes de cada uma dessas partes, criando uma espécie de “roteiro”, sabe? Ah… aproveite também para falar quais são os benefícios que os participantes terão ao assistir a sua palestra: vão aprender um conceito novo? Vão ver dicas sobre o uso de uma ferramenta?

Você também pode abordar sua experiência como palestrante: coloque na descrição detalhada informações sobre eventos anteriores (vale até incluir links de vídeos). Caso não tenha palestrado sobre o assunto, mas já tenha produzido algum conteúdo relacionado, inclua essas informações. Pode ser texto em blog, podcast, etc.

Por último, escreva uma bio que seja coerente com o tema da palestra submetida, citando experiências que tenham conexão com a temática da sua fala. Pense nisso como um currículo para uma oferta de emprego: você não destacaria apenas habilidades em venda se a vaga pedisse skills de gestão de equipe. A ideia é mostrar que você tem autoridade no assunto que está propondo tratar.

Peça ajuda para pessoas mais experientes

Se você tem conhecidos que já palestraram, no TDC ou em outros eventos, não deixe de trocar uma ideia com eles. A vivência deu a eles ensinamentos importantes, com os quais você pode aprender. Além disso, você pode procurar apoio do próprio TDC, por meio do Portal do Palestrante, ou do canal de mentoria no RocketChat.

Não deixe o medo impedir você de participar

Eu sei que é clichê, mas é verdade: só é selecionado quem se inscreve. Se estiver inseguro sobre seu texto, peça a ajuda de amigos para revisá-lo. Uma crítica construtiva é sempre bem-vinda, não é mesmo? Outra dica é escrever mais de um título e colocá-los para votação. Mas se a falta de experiência falando em público for a razão da sua hesitação, convide um colega para palestrar com você. O TDC permite duplas. Se joga!

Gif Michelle Obama - nós somos mais fortes unidos

“Nós sempre somos fortes unidos”

Falando em eventos, não podia deixar de aproveitar para vender nossa sardinha. Nosso principal evento, o Conexão KingHost, também aceita submissão de palestras. Fique ligado e se inscreva para conferir todas as apresentações da nossa edição mais recente e ficar de olho nas novidades do próximo evento. Preencha o formulário abaixo e assista às palestras gratuitamente.


Ficou com alguma dúvida sobre como ser um palestrante no TDC? Deixe nos comentários. Ficaremos atentos para responder o mais breve possível.

Acompanhe o Blog da KingHost para mais novidades quentinhas.

Marina Corte

Community Manager em KingHost
Especialista em Marketing Estratégico, com experiência em comunicação organizacional, eventos e gestão de comunidades. Fã de marcas humanizadas e defensora do bom humor no ambiente de trabalho.
Marina Corte
Resumo
TDC 2020: saiba como ser um palestrante
Nome do Artigo
TDC 2020: saiba como ser um palestrante
Descrição
Veja dicas preciosas para você descobrir como ser um palestrante e poder apresentar seus conhecimentos nos maiores eventos do ano.
Autor
Nome
KingHost
Logo

Comentários

comentário(s)

Categories