Estratégias de vendas online: saiba o que fazer em 2020


É muito importante que você faça um planejamento com estratégias de vendas online para o seu negócio em 2020 o quanto antes. Isso porque, além de definir as metas para o próximo ano, a partir do seu plano de ação certamente você precisará fazer otimizações, planejamentos mais aprofundados, mudanças no seu site e muito mais.

Pensando nisso desde agora você não ficará refém do tempo para começar a colher os resultados de 2020.

Por isso, separamos dicas que contemplam:

  • o seu site;
  • seu fluxo de atração;
  • o engajamento dos seus clientes com sua marca;
  • processos de melhoria para o seu e-commerce.

As dicas para melhorar o seu site estão lá no blog da Upsites. Então, vamos ver dicas para trabalhar a atração de usuários para o seu site.

Atrair para encantar: estratégias de vendas online que funcionam

O primeiro passo para atrair clientes para o seu negócio sempre vai ser saber quem você quer atrair. Afinal de contas, é preciso ter clareza para investir no melhor público possível. Dessa forma, você deve construir a/s sua/s personas.

Comece entendendo quem são os seus clientes atuais: quem compra o seu produto? Quem poderia comprar o seu produto? O que essas pessoas pesquisam? Como divulgar meus produtos? Quais canais consomem? O que gostam de fazer? E assim por diante. Use e abuse de pesquisas de terceiros e converse com o seu público. Valide suas teorias, escute quem você quer conquistar.

Sabendo quem é o seu público, entenda a jornada de compra do seu produto. Como ocorrem as pesquisas de mercado? Quais as maiores buscas relacionadas com o seu produto e segmento? Entenda como as pessoas chegam até o momento da conversão e o que é mais crítico nessa caminhada. Assim, você terá um indício de por onde começar.

Com base na jornada do seu cliente, você poderá construir estratégias para cada etapa do seu funil de vendas.

Com a consciência de quem é o seu público e de quais os passos necessários para atraí-lo você poderá começar a planejar o seu investimento de mídia. Ele permitirá que você faça de patrocínios de posts a anúncios no Google de forma otimizada e concreta.

Um ponto de extrema importância é saber que investimentos em mídia precisam ser constantes.

Pense no longo prazo: invista todos os meses, mesmo que você diminua consideravelmente a verba em algumas épocas. Isso fará com que a performance das suas campanhas alcance outro patamar e que você mantenha sempre bons resultados, ficando pronto para os momentos em que necessitar aumentar consideravelmente as vendas via campanhas.

Muitas pessoas têm dúvida do quanto investir. Para planejar os valores a serem investidos você pode utilizar as próprias ferramentas do Google e Facebook. Se você já veiculou campanhas terá uma noção da sua performance, aí basta projetar o quanto teria de resultados com base no aumento ou diminuição da verba.

Uma dica importante é olhar no Google Trends o interesse do público sobre o seu produto, segmento, marca e etc ao longo do ano. Isso demonstrará se é necessário aumentar a verba em determinados meses ou não.

Caso você nunca tenha veiculado campanhas de mídia, verificar essas tendências será ainda mais importante. Além disso, você poderá utilizar o planejador de palavras-chave e de desempenho do Google para projetar seu investimento e performance de campanhas.

Quando o assunto é Facebook, você pode utilizar até mesmo o gerenciador de anúncios para ter uma ideia do investimento que precisa realizar para ter um bom alcance no seu público.

Engaje clientes: como criar relacionamentos duradouros

Que o relacionamento de marca com seus clientes não pode ser passageiro todo mundo sabe, mas como criar engajamento do público com o seu negócio pode não ser tão fácil assim.

Sempre gosto de dizer que amores à primeira vista são raros entre casais, o que dirá entre usuários e marcas. Por isso, na era em que todos buscam uma boa experiência, já não basta mais oferecer um bom produto. As pessoas buscam um relacionamento. E, se você for uma marca, pense comigo, mais vale investir em fidelizar alguém que já lhe conhece do que alguém que nunca ouviu falar de você, não é?

Nossa dica de ouro é encantar. Encante o seu público. Essa é uma das principais estratégias para vendas online.

É como em um relacionamento, todo mundo quer ter do seu lado alguém que esteja sempre lá, firme e forte. Que apoie, troque ideia, cresça junto, seja uma companhia agradável, conheça suas dores, necessidades e anseios. Com uma marca é a mesma coisa. Os clientes buscam empresas que os entendam, que sejam capazes de perceber suas necessidades e sanar suas dores. Que indiquem o caminho e ajudem a ter sucesso nos seus negócios, um parceiro. Uma parceria de sucesso.

Para ser esse alguém para o seu cliente comece com uma boa estratégia de conteúdo.

Se você seguiu nossa dica anterior, já montou sua persona, certo? Entendendo quem é o seu público e qual a jornada por ele percorrida até comprar de você (ou do concorrente) será possível ter ciência das dores enfrentadas por ele nesse caminho. E, sabendo suas dores, você poderá criar diferentes formas de levar as respostas para seus clientes ou prospects.

Por isso, crie uma estratégia de conteúdo bem embasada. Crie um blog com conteúdos que respondam às dúvidas do público que estiver em diferentes etapas do seu funil de vendas e também dos seus clientes. Lembre-se que as pessoas são uma só: elas percorrem uma longa jornada até comprar de você e as coisas não acabam com a compra ou uso do seu produto ou serviço. Elas poderão fazer outra compra ou recorrer ao seu negócio no futuro para alguma coisa que necessitem.

A grande dica aqui é pensar toda essa jornada de pré e pós compra e produzir conteúdos que contribuam para a experiência do usuário como um todo. Quais são as principais dúvidas que alguém pode ter após comprar o seu produto? E para escolhê-lo? Como você pode abordar esse cliente sendo relevante para ele?

Além do blog, use e abuse de email marketing e redes sociais. Elas permitirão que você atraia a sua base para um diálogo permanente sobre os assunto relevantes para esse relacionamento.

Monitoramento e melhorias: como ter uma rotina de evolução

E chegamos, finalmente, na minha parte preferida do trabalho <3

Se você quer ter estratégias para vendas online assertivas em 2020 precisa urgentemente definir suas metas e como você vai medir o seu sucesso.

Sabe porquê? Muitas vezes nos perdemos entre aquilo que idealizamos e o que, de fato, concretizamos. E isso pode gerar a percepção de que não avançamos nada embora tenhamos evoluído muito ou de que crescemos porém não fomos na direção certa e, no final, não conseguimos conquistar o que vislumbramos.

Ter um planejamento de metas bem feito permitirá que você não chegue nem perto de cair nesse erro.

Uma ótima maneira de garantir que seus objetivos sejam mensuráveis é a utilização de KPIs, ou indicadores-chave de performance. Eles são basicamente as métricas mais importantes para o seu negócio, aquilo que vale a pena olhar todos os dias, muitas vezes por dia.

Funciona assim: você decide qual o objetivo do seu negócio, por exemplo expandir a receita do seu negócio. Com base no seu objetivo você irá pensar quais métricas mais se relacionam com esse objetivo: receita faturada, ticket médio, taxa de pagamento, ROI e por aí vai.

Leia também: O que é ROI e em qual mídia investir?

Além disso, pensa em métricas que podem não ser diretamente aquilo do que você está falando, mas que se relacionam muito com o assunto, no nosso exemplo: número de pedidos pagos, taxa de conversão e etc.

Apenas lembre-se que você nunca deve escolher mais de 5 KPIs para o seu negócio. Isso porque se você olhar para um número muito grande de métricas como KPIs acabará se perdendo no meio de tantas coisas e terá dificuldade em tomar decisões de forma ágil.

Além de escolher os KPIs, você deve ter muito claro que os seus objetivos precisam ser SMART, em inglês.

  • SSpecific ou específica;
  • MMeasurable ou mensurável;
  • A – Attainable ou atingível;
  • R – Relevant ou relevante;
  • T – Time based ou temporal.

Isto quer dizer: específico (isto é, objetivo, direto), mensurável (tenha uma forma de medir claramente se você conseguiu ou não atingir o que deseja), alcançável (você pode não ter limites para sonhar, mas quando o assunto é o objetivo do seu negócio, precisa ser alcançável), realista (com o pé no chão, dentro da sua realidade e do seu mercado), time based (isso quer dizer, dentro de um prazo delimitado).

Após definir seus objetivos SMART e os KPIs de acompanhamento, crie um relatório que faça sentido para todas as pontas do seu negócio. Seus funcionários também precisam ser capazes de ver e entender o relatório de desempenho das metas que eles ajudam a atingir.

Dessa forma, crie formatos que todos possam entender e, caso necessário, adicione explicações do que quer dizer cada métrica e porque ela foi escolhida como um KPI. Inclusive, pare sua empresa por meia hora e explique o que quer dizer cada KPI do seu negócio. Pode parecer bobagem ou perda de tempo, mas isso vai fazer com que todo mundo entenda os objetivos e colabore com todo gás para seu atingimento. Afinal de contas, quem faz a empresa acontecer todos os dias é o funcionário que está na ponta, não é?

Com tudo definido, chegou a hora de criar os seu relatório de monitoramento diário.

E eu quero parar para dizer que mais importante do que um relatório é ter uma rotina. Não adianta nada você ter um relatório lindo para monitoramento e ninguém acessá-lo para ver como estão indo as coisas, né? Então antes de pensar em relatórios automatizados e complexos pense na necessidade das pessoas da sua empresa e na rotina delas. Como você pode estimular uma rotina em que todos olhem para os indicadores? Dados que não geram insights não servem para muita coisa.nem lem

Então, primeiro pense numa rotina de monitoramento que caiba na sua rotina de trabalho. Depois, no relatório. Lembrando que ele precisa ser simples, de fácil entendimento para todos e com livre acesso para as pessoas do seu time.

No momento em que você conseguir estimular uma cultura de monitoramento de reflexão sobre dados na sua empresa vai ser muito mais fácil obter resultados a partir destas estratégias para vendas online e alcançar os tão sonhados resultados e ter um 2020 imbatível. Se você precisar de ajuda conte comigo e com a KingHost para evoluir cada vez mais.

Agora que você já sabe mais sobre estratégias de vendas online, ficou com alguma dúvida? Fique ligado no Blog da KingHost e comente aqui embaixo que eu respondo para você!

Ivan Guevara

Analista de Conteúdo em KingHost
Jornalista por formação, especialista em Marketing pela FGV. Movido por música, good vibes e baterias carregadas.
Ivan Guevara

Últimos posts por Ivan Guevara (exibir todos)

Comentários

comentário(s)