☁️ Hospedagem Cloud e VPS - Alta performance para seus projetos com desconto imperdível 💰

Kinghost | Blog

O que é DDoS e como se proteger desse tipo de ataque

Publicado em 29/04/2024

Atualizado em 29/04/2024

Ataque DDoS é uma das ameaças mais temidas por quem tem um site na internet. Imagine anos de investimento para construir a credibilidade de uma presença digital, para ver seu site sendo afetado por um ataque desse tipo. 

Para se ter uma ideia, o Brasil pelo 10º ano consecutivo, é o líder do ranking de ataques DDoS, segundo informações divulgadas pela empresa norte-americana NETSCOUT. No primeiro semestre de 2023, o Brasil sofreu cerca de 328.326 ataques cibernéticos, o equivalente a 41,78% do total de 785.871 ataques sofridos na América Latina.

Por isso, é fundamental saber prevenir, identificar e mitigar casos de ataque DDoS. Neste artigo, vamos explorar o assunto e entender formas de manter seu site seguro.

O que é DDoS?

DDoS é a sigla para Distributed Denial of Service, que traduzido para o português significa “Negação de Serviço Distribuída”. É um tipo de ataque cibernético, onde um grande volume de tráfego malicioso é direcionado para um servidor, rede ou serviço online, com o objetivo de gerar sobrecarga e torná-lo inacessível.

Os ataques DDoS geralmente são realizados por meio de botnets, que são redes de computadores comprometidos e controlados remotamente pelos atacantes. Assim, esses computadores infectados, conhecidos como bots ou zumbis, são utilizados para enviar solicitações de tráfego ao alvo do ataque de forma coordenada.

Quanto aos alvos de ataques DDoS, podem ser variados, incluindo ecommerces, serviços bancários online, provedores de hospedagem, servidores de jogos, entre outros. O objetivo dos atacantes pode ser causar danos à reputação da empresa, interromper serviços essenciais ou extorquir dinheiro em troca da interrupção do ataque.

Leia também: Proteção para o seu negócio: Guia completo para uma hospedagem segura de sites

Qual a diferença de ataque DoS e DDoS?

A diferença fundamental entre um ataque DoS (Denial of Service – Negação de Serviço) e um ataque DDoS (Distributed Denial of Service – Negação de Serviço Distribuída) reside na origem e no método de execução do ataque.

Ataque DoS (Denial of Service):

  • Em um ataque DoS, o invasor utiliza um único dispositivo ou um pequeno grupo de dispositivos para sobrecarregar um servidor, rede ou serviço online com tráfego malicioso.
  • O tráfego malicioso é originado de uma única fonte controlada pelo invasor, tornando relativamente mais fácil identificar e bloquear o ataque.
  • Os recursos do alvo são inundados com tráfego, causando uma sobrecarga e tornando-o inacessível.

Ataque DDoS (Distributed Denial of Service):

  • Em um ataque DDoS, o invasor utiliza uma rede distribuída de dispositivos comprometidos, conhecidos como botnets, para lançar o ataque.
  • Os dispositivos na botnet são infectados com malware que permite que o invasor os controle remotamente.
  • O tráfego malicioso é distribuído entre múltiplos dispositivos, tornando o ataque mais difícil de ser detectado e mitigado.
  • Como o tráfego é distribuído, o ataque pode ser mais poderoso e difícil de combater do que um ataque DoS simples.
Leia também: Autenticação de dois fatores (2FA): o que é e para que serve

Casos famosos de DDoS

Entre os ataques de DDoS mais conhecidos, está o ocorrido em 2018 contra a GitHub – famosa plataforma de gestão de códigos online. A plataforma foi atingida por níveis elevados de tráfego, o qual atingiu o seu pico com um recorde de 1,3 terabits por segundo

Contudo, como a plataforma estava utilizando um serviço de proteção, dentro de 10 minutos após ter sido desencadeado, o ataque foi mitigado.

Já a AWS, foi atingida por um ataque DDoS gigantesco em fevereiro de 2020.O ataque durou três dias e atingiu o pico de 2,3 terabytes por segundo.

Os ataques de DDoS são tão populares, que já atingiram empresas em todo o mundo, desde pequenos negócios até a gigante Google. No ano passado, a empresa enfrentou o maior ataque DDoS de sua história, o qual atingiu 398 milhões de solicitações por segundo em seu pico. 

O ataque foi 7,5 vezes maior que o recorde anterior, quando foram registrados 49 milhões de rps. Durou 2 minutos e neste período teve mais solicitações do que a Wikipedia teve de acessos em setembro, para se ter uma ideia.

Leia também: Segurança na Internet: como se proteger de ataques e fraudes

Principais tipos de ataques DDoS

Agora que você já conhece um pouco mais sobre essa ameaça online, vamos explorar os três principais tipos de ataques DDoS. Confira na sequência:

1. Ataques de Sobrecarga de Largura de Banda (Ataque de Volume)

Nesse tipo de ataque, os atacantes inundam o alvo com um volume massivo de tráfego de rede, consumindo toda a largura de banda disponível e sobrecarregando os recursos do sistema.

O objetivo é esgotar os recursos da rede ou do servidor alvo, gerando inacessibilidade. Para isso são utilizados botnets, que geram e enviam grandes volumes de tráfego malicioso.

2. Ataques de Exaustão de Recursos de Protocolo

Os hackers exploram vulnerabilidades em protocolos de comunicação de rede, como o TCP (Transmission Control Protocol) ou o UDP (User Datagram Protocol), para esgotar os recursos do sistema alvo.

Por exemplo, podem enviar uma grande quantidade de solicitações de conexão TCP ou pacotes UDP falsificados para consumir recursos como capacidade de processamento da CPU, tabelas de estado de conexão ou buffers de memória.

3. Ataques de Exaustão de Recursos de Aplicativos (Ataques de Camada de Aplicativo)

Nesse tipo de ataque, as vulnerabilidades em aplicativos ou serviços específicos são exploradas, gerando sobrecarga com solicitações legítimas. Os atacantes podem direcionar aplicativos web, servidores de banco de dados ou serviços de autenticação, enviando uma grande quantidade de solicitações simultâneas. 

Esse tipo de ataque pode ser mais difícil de detectar, pois as solicitações podem parecer legítimas à primeira vista, mas da mesma forma podem sobrecarregar e gerar problemas.

Leia também: Vulnerabilidade digital: 7 dicas para proteger seu negócio

Como identificar um ataque DDoS 

Além de entender quais são os tipos de ataque DDoS, é fundamental saber identificá-los. E, mesmo que isso pareça um desafio, existem alguns indicadores comuns que podem auxiliar nessa tarefa. Listamos abaixo algumas maneiras de fazer essa detecção: 

  • Aumento anormal no tráfego de rede: um dos sinais mais óbvios de um ataque DDoS é um aumento significativo e repentino no tráfego de entrada para o seu servidor ou rede. Isso pode sobrecarregar os recursos da sua rede, causando lentidão e até indisponibilidade dos serviços.
  • Padrões de tráfego incomuns:além do aumento no volume de tráfego, os ataques DDoS muitas vezes apresentam padrões de tráfego incomuns, como uma grande quantidade de solicitações de um mesmo endereço IP, ou muitas solicitações para uma página específica do seu site.
  • Alertas de monitoramento de rede: ferramentas de monitoramento de rede e sistemas de detecção de intrusos podem emitir alertas quando detectam padrões de tráfego suspeitos ou atividades incomuns na sua rede. Esteja atento a esses alertas e investigue qualquer atividade anormal.
  • Falhas de serviço ou lentidão: se os seus serviços online começarem a apresentar falhas intermitentes ou muita lentidão, isso pode ser um indicativo de que você está sob um ataque DDoS. Nesse caso, monitore de perto o desempenho dos seus serviços e investigue qualquer questão fora do comum.
Leia também: Velocidade do site: 6 ferramentas gratuitas para testar
  • Notificações de provedores de serviços: se você estiver usando um provedor de serviços de hospedagem ou proteção DDoS, eles podem enviar notificações quando detectarem um aumento no tráfego malicioso direcionado ao seu servidor. Preste atenção a essas notificações e tome medidas imediatas para mitigar o ataque.
  • Logs do servidor: revise os logs do seu servidor em busca de atividades suspeitas, como um grande número de tentativas de conexão de um mesmo endereço IP, ou solicitações de recursos que não são comuns em operações normais.

Como se proteger contra ataques de DDoS?

A proteção deve ser prioridade para quem tem um site. Muitas vezes, o simples fato de adotar medidas preventivas, impede uma série de problemas e prejuízos. Para isso, existem algumas maneiras de trazer mais segurança para o seu negócio. Confira: 

Configure firewalls e sistemas de detecção de intrusos

Firewalls e sistemas de detecção de intrusos, podem ajudar a proteger sua rede contra tráfego malicioso, filtrando pacotes suspeitos e bloqueando conexões de fontes não confiáveis. 

Uma ferramenta conhecida se chama WAF (Firewall de Aplicações Web). Ele tem a função de proteger aplicativos ou sites da web. Nesse sentido, atua como uma barreira entre o site e a Internet, filtrando e monitorando o tráfego HTTP entre eles. 

Quem tem o site na KingHost, consegue ativar a ferramenta diretamente no Painel de Controle e manter a segurança contra ataques DDoS.

Saiba mais: O que é WAF e qual sua importância na segurança de um site?

Utilize uma solução de mitigação de DDoS

A mitigação de DDoS é uma das maneiras de proteger sua infraestrutura contra ataques. As soluções para isso, podem ser implementadas localmente ou fornecidas por provedores de serviços especializados.

Elas funcionam monitorando o tráfego de entrada e identificando padrões suspeitos que podem indicar um ataque DDoS em andamento. Assim, quando um ataque é detectado, o tráfego malicioso é desviado automaticamente, mantendo seus sistemas online e acessíveis para usuários legítimos.

Mantenha sistemas e software atualizados

Outra dica importante, é manter todos os sistemas operacionais e aplicativos atualizados com as últimas correções de segurança. Assim,  você evita que os atacantes explorem vulnerabilidades conhecidas para realizar ataques DDoS.

Então, automatize o processo de atualização sempre que possível e implemente políticas de segurança para garantir que as correções sejam aplicadas rapidamente.

Leia também: Selo site seguro: saiba quais são as certificações para ter mais credibilidade

Estabeleça um plano de resposta a incidentes

Mesmo com todas as precauções, é importante ter um plano de resposta a incidentes em para lidar com ataques DDoS quando ocorrerem. 

Nesse sentido, você pode ter procedimento para notificar as partes interessadas, isolar servidores afetados, redirecionar o tráfego e coordenar com fornecedores de serviços de mitigação de DDoS, se necessário.

Utilize serviços de hospedagem seguros

Ao escolher um provedor de hospedagem para seus serviços online, opte por aqueles que oferecem proteção contra ata ques, como parte de seus pacotes de serviço. 

Uma hospedagem segura, como a KingHost, tem infraestrutura e recursos dedicados para detectar e mitigar ataques em tempo real, minimizando o impacto nos seus serviços.

Implementando estas medidas de proteção, você vai fortalecer sua defesa contra ataques DDoS e manter seus serviços em maior segurança.

O que você achou deste conteúdo?

O que você achou deste conteúdo?

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Redação KingHost

Redação KingHost

Somos uma empresa de soluções digitais, especialistas em simplificar o uso da tecnologia e referência em hospedagem de site.

Compartilhe esse conteúdo com alguém que possa gostar também

Receba todo mês conteúdos
incríveis como esses para
seguir evoluindo

Conteúdos relacionados

Você pode até não perceber, mas as aplicações web já se tornaram parte da sua rotina. Diariamente, você acessa informações, realiza negócios e se comunica por meio dessas aplicações. Isso mesmo, desde plataformas de e-commerce que facilitam compras online até redes sociais que conectam bilhões de pessoas globalmente, as aplicações web desempenham um papel fundamental...
Sua empresa tem alguma vulnerabilidade digital? É preciso ter atenção a todos os detalhes quando se trata de segurança, pois ninguém está imune às ameaças online. Um exemplo disso ocorreu no último ano, quando a OAB sofreu um ataque hacker e, como medida de segurança, o órgão precisou retirar o site e sistemas do ar...

📅 Aulão GRATUITO 🚀 Como VENDER MAIS na internet 💰

Mensagens para você